Entrevista exclusiva com Lula
29 de novembro de 2019, 23h14

Idoso assassinado por bolsonarista a pontapés em Balneário Camboriú era filiado ao PDT

"É o início trágico do que sempre denunciamos. Vou pedir ao PDT que dê toda a assistência jurídica à família", disse Ciro Gomes, em seu Twitter

Fábio Leandro, que matou idoso em Balneário Camboriu - Foto: Reprodução

O ex-candidato à presidência da República Ciro Gomes (PDT) foi às redes sociais para lamentar o assassinato de Antônio Carlos Rodrigues Furtado, de 61 anos. O idoso foi morto a socos e pontapés por um apoiador de Jair Bolsonaro.

Furtado era filiado ao PDT em Santa Catarina. Ciro repudiou a atitude violenta. “É o início trágico do que sempre denunciamos. Vou pedir ao PDT que dê toda a assistência jurídica à família”, disse o ex-ministro, em seu Twitter.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

A legenda também se manifestou sobre o episódio, dizendo estar de luto pela morte de um dos seus filiados. “Antônio Carlos Furtado, o Cacá, membro do partido de longa data foi brutalmente agredido até a morte”, citou o partido.

Segundo boletim de ocorrência feito pela polícia, Fábio Leandro Schwindlein, autor do crime, estava “muito alterado e proferindo palavras impróprias de cunho ofensivo”, quando começou a agredir o idoso.

“A vítima foi para a calçada e em seguida, F.L.S iniciou as agressões. Após o ato, a vítima caiu no chão e o autor continuou a agredi-lo. Em ato contínuo, a vítima levantou-se e pediu para cessar com a agressão, pedido este ignorado pelo autor do fato. Neste momento, a vítima caiu novamente no chão, desta vez, desacordada”, diz o boletim.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum