quarta-feira, 23 set 2020
Publicidade

InFuxWeTrust: Fux suspende ação proposta por Toffoli contra Dallagnol

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu uma liminar suspendendo o processo disciplinar contra o procurador Deltan Dallagnol no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Dallagnol seria julgado nesta terça-feira (12) por ofender ministros da própria Corte.

A representação contra o procurador era assinada pelo próprio presidente do STF, Dias Toffoli. Ele pedia que o procurador fosse punido por afirmar, em entrevista a uma rádio, que decisões da Corte passam uma mensagem de “leniência” a favor da corrupção. Dallagnol ainda acrescenta que Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski formavam uma “panelinha” no STF.

Na semana passada, Fux suspendeu liminar de juiz de primeira instância que impedia Deltan de ser julgado no CNMP, e enviou a decisão para os demais ministros. Nesta semana, no entanto, voltou atrás e decidiu suspender de novo o processo.

O caso contra o procurador pode prescrever se não for julgado neste ano, pois o CNMP só terá mais três sessões até dezembro.

Com informações da coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S.Paulo.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.