Fórumcast, o podcast da Fórum
27 de setembro de 2018, 08h56

Instituto Brasilis: Haddad empata com Bolsonaro no 1º turno e vence no 2º

Em uma semana, a diferença entre os dois caiu de 13 para 5 pontos. Como a margem de erro é de 3,5 pontos, para cima ou para baixo, o quadro é de empate técnico.

Foto: Ricardo Stuckert

Pesquisa Instituto Brasilis, divulgada nesta quinta-feira (27), mostra novo salto de Fernando Haddad (PT), que agora se encontra em situação de empate técnico com seu oponente na disputa presidencial, Jair Bolsonaro (PSL), que oscilou negativamente três pontos porcentuais.

No comparativo com o levantamento anterior, divulgado há uma semana, Haddad subiu cinco pontos – de 17% para 22% -, enquanto Bolsonaro foi de 30% para 27%, na pesquisa estimulada, em que são citados os nomes dos candidatos. A diferença entre os dois caiu de 13 para 5 pontos. Como a margem de erro é de 3,5 pontos, para cima ou para baixo, o quadro é de empate técnico.

“A nova rodada da pesquisa revela um fortalecimento consistente da candidatura de Fernando Haddad. Ao mesmo tempo, há sinais de que Bolsonaro passou a sentir tanto o golpe dos ataques de Alckmin quanto sua ausência da campanha em função da convalescença da facada”, afirma o cientista político Carlos Alberto Almeida, que coordenou o levantamento, que foi encomendado pela Genial Investimentos.

Ainda na pesquisa estimulada, o candidato tucano Geraldo Alckmin (PSDB) oscilou positivamente 3 pontos, chegou a 10% das intenções de voto e ultrapassou Ciro Gomes (PDT), que foi de 7% para 8%. Marina Silva (Rede) oscilou de 6% para 5%.

Segundo turno
Em uma simulação de segundo turno entre Haddad e Bolsonaro, o petista vence com 8 pontos porcentuais de diferença – fora da margem de erro. Um um hipotético segundo turno entre os dois, Haddad teria 44% das intenções de voto, contra 36% de Bolsonaro. Na semana passada, a situação era de empate técnico, com Haddad 4 pontos atrás de Bolsonaro – 43% a 39%.

Voto espontâneo
Na pesquisa espontânea – quando não são revelados os nomes dos candidatos -, a situação é também de empate técnico, no limite da margem de erro. Haddad subiu 5 pontos, de 14% para 19%, enquanto Bolsonaro oscilou negativamente, de 28% para 26%. O número de indecisos caiu de 23% para 20%.

Alckmin também cresceu e superou Ciro no voto espontâneo. O tucano foi de 3% para 7%, enquanto o pedetista oscilou de 6% para 4%. Marina foi de 1% para 2%. Segundo Alberto Almeida, faltando 10 dias para o processo eleitoral, nenhum dos candidatos ameaçam a polarização entre Haddad e Bolsonaro. “Para que um dos demais candidatos se torne capaz de ir ao segundo turno, deslocando ou Bolsonaro ou Haddad, é preciso retirar para si, ao menos, 0,8 ponto percentual por dia dos candidatos favoritos a se qualificarem para o segundo turno. Não há sinais consistentes de que isso possa ocorrer”, analisa.

A pesquisa entrevistou 1.000 eleitores entre os dias 25 e 26 de setembro. A margem de erro de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos, com intervalo de confiança de 95%.

Veja os números da pesquisa estimulada abaixo:

Jair Bolsonaro 27%
Fernando Haddad 22%
Geraldo Alckmin 10%
Ciro Gomes 8%
Marina Silva 5%
João Amôedo 3%
Álvaro Dias 3%
Henrique Meirelles 2%
Cabo Daciolo 2%
Guilherme Boulos 1%
João Goulart Filho 1%
Vera 0%
Eymael 0%
Branco/Nulo/Indeciso 11%
Não sabe/Não respondeu 7%


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum