O que o brasileiro pensa?
28 de janeiro de 2020, 16h13

Intimado pelo STF em caso de fake news, blogueiro bolsonarista surta nas redes sociais

Allan dos Santos reclama de “atentado à liberdade” e “ditadura do Judiciário”

O blogueiro Allan dos Santos - Foto: Terça Livre

Intimado para depor em inquérito sigiloso no Supremo Tribunal Federal (STF) que investiga propagação de fake news, nesta terça-feira (28), o blogueiro Allan dos Santos está reclamando sobre uma suposta violação de direitos no Twitter. Segundo ele, a situação caracterizaria uma “ditadura do Judiciário”.

Allan já fez ao menos 8 tuítes sobre o assunto desde a noite da segunda-feira (27), além das respostas e retuítes de críticos e apoiadores. Ele alega que o Estado Democrático de direito estaria desaparecido.

O blogueiro, editor do site bolsonarista Terça Livre, não tem recebido atenção dos veículos jornalísticos de direita, mas angaria apoiadores dentre os usuários do Twitter e figuras como a deputada Bia Kicis.

Allan se coloca como vítima de um inquérito autoritário e afirma que está sofrendo um ataque à liberdade.

Allan dos Santos é alvo do inquérito 4781, que investiga a rede de propagação de fake news e ameaças recebidas por membros do STF. A investigação foi instaurada a pedido do presidente do STF, Dias Toffoli, e é relatado por Alexandre de Moraes.

Em depoimentos na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News, o blogueiro foi acusado por ex-aliados, como Joice Hasselmann (PSL-SP) e Alexandre Frota (PSDB-SP), de ser um dos comandantes da milícia virtual que atua propagando fake news pró-Bolsonaro desde os tempos da eleição presidencial.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum