Fórumcast, o podcast da Fórum
21 de março de 2019, 08h57

Irmã de milicianos, ex-assessora de Flavio Bolsonaro deixa a tesouraria do PSL no Rio

Valdenice de Oliveira foi assessora parlamentar de Flávio Bolsonaro na Alerj e já fez campanha com os irmãos policiais, presos por extorsão, para o filho de Bolsonaro

Mensagem em que Flávio Bolsonaro cumprimenta os irmãos de Valdenice (Reprodução)

Reportagem de Fábio Grellet e Constança Rezende, no blog do Fausto Macedo nesta quinta-feira (21), revela que Valdenice de Oliveira Meliga, irmã de dois milicianos presos na Operação Quarto Elemento e ex-assessora do hoje senador Flávio Bolsonaro (PSL/RJ) na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), deixou o cargo de tesoureira do PSL estadual.

As mudanças que resultaram na saída de Valdenice do cargo teriam sido feitas pelo próprio Flávio Bolsonaro, que cedeu espaço a deputados estaduais e federal recém-eleitos.

Valdenice foi substituída por Anderson Moraes, deputado estadual em primeiro mandato, com base eleitoral em Nova Iguaçu (Região Metropolitana do Rio), e empresário, de 38 anos.

Em nota, Flávio disse que as trocas foram realizadas para “privilegiar quadros políticos do partido, alinhados às bandeiras da família Bolsonaro, e iniciar o trabalho de estruturação e planejamento dos diretórios municipais visando às eleições de 2020”.

Irmãos simpatizantes
Irmãos gêmeos de Valdenice, os policiais militares Alan e Alex Rodrigues foram presos em 30 de agosto de 2018, durante a segunda fase da Operação Quarto Elemento. Segundo o Ministério Público, o grupo identificava pessoas que tinham renda considerável e praticavam crimes ou irregularidades administrativas, e realizava batidas policiais para flagrá-los cometendo essas condutas.

Depois, em vez de oficializar a acusação, a quadrilha exigia dinheiro para não prender os infratores nem apreender suas mercadorias, quando fosse o caso.

Quando divulgado, em setembro, que Valdenice é irmã dos dois policiais militares e que esses PMs frequentavam atividades da campanha de Flávio para senador, o parlamentar afirmou não ter vínculos com os presos.

“Eles são irmãos da Valdenice, que é um dos pilares do nosso trabalho de política aqui no Rio. Mas os irmãos dela não trabalham comigo. De vez em quando aparecem (nas agendas), mas não têm vínculo nenhum comigo”, disse. “O Alan e o Alex não têm nada a ver comigo, são simpatizantes”, completou.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum