O que o brasileiro pensa?
14 de julho de 2020, 16h33

Itamaraty distribui material didático atacando Lula, MST, Argentina e aborto

Entre as frases aparece a seguinte: "Se eu soubesse que o Lula seria tão corrupto e se envolveria com o Mensalão, eu não teria votado nele"

Ernesto Araújo | Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O Ministério das Relações Exteriores, comandado pelo olavista Ernesto Araújo, incluiu frases com críticas ao ex-presidente Lula, ao Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, aos governos da Argentina e a cabelos não-alisados em apostila distribuída aos Centros Culturais Brasil no exterior.

O material foi divulgado pela jornalista Júlia Dolce, da Agência Pública, após um alerta dado por uma professora da Rede Brasil Cultural, que atua nas embaixadas do país no mundo.

Entre as frases que podem ser lidas estão: “Se o MST se apropriar das nossas terras, nunca mais conseguiremos reavê-las”; “Se eu soubesse que o Lula seria tão corrupto e se envolveria com o Mensalão, eu não teria votado nele”; “A Argentina empobreceu durante a última década”; “Se ela alisasse o cabelo, ela ficaria mais bonita” e “Se as mulheres não abortassem não haveriam tantas clínicas de aborto clandestinas”.

O ex-ministro José Dirceu também aparece no material didático sendo relacionado com o Mensalão. Menções a chefes do tráfico determinando toques de recolher e ao ataque dos Estados Unidos ao “exército iraquiano” também surgem.

“Pessoas com interesse em aprender PTBr têm aulas com esse material no mundo todo. Os professores relatam que é a primeira vez que o conteúdo vem com clara linha ideológica, o que desrespeita até o viés da interculturalidade, pilar dos centros”, declarou a jornalista.

“Esse material é produzido por equipes contratadas pelo próprio Itamaraty no Departamento de Promoção de Língua Portuguesa e aprovado pelo órgão. Os professores relatam que até então o indicativo do governo Bolsonaro era evitar falar sobre temas políticos e se surpreenderam hoje”, completa.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum