Fórum Educação
29 de março de 2020, 21h44

Janaína Paschoal compara Olavo de Carvalho com personagem do filme de terror “O Poço”

"Assistam! Vocês vão ver o lixo que são!", escreveu a deputada no Twitter. Filme aborda desigualdade social e traz críticas que se encaixam com atual pandemia do coronavírus

Foto: Alesp

A deputada federal Janaína Paschoal foi às redes sociais neste domingo (29) para indicar um filme a seus seguidores. Deputada disse que o novo terror espanhol da Netflix, “O Poço”, que estava em segundo lugar no Top 10 do streaming neste sábado (28), é um bom filme “para o momento atravessado” da atual pandemia de coronavírus. Janaína também comparou um dos protagonistas do longa com o guru do bolsonarismo, Olavo de Carvalho.

Leia também: Olavo responde provocação de Janaína Paschoal: “Foi no lixo que você achou o nome do seu filho”

“O Poço” conta a história de um experimento que faz com que duas pessoas fiquem presas em diferentes andares de um profundo poço durante meses, se alimentando apenas uma vez ao dia.

Contudo, quanto mais fundo a dupla está no poço, menos comida chega a elas, pois os demais participantes de níveis superiores também se alimentam da mesma refeição e não se preocupam em deixar sobras para quem está abaixo. O filme, portanto, fala sobre a luta desumana pela sobrevivência, mas também sobre a oportunidade de solidariedade entre as pessoas.

“Um filme bom para o momento atravessado: O Poço! Solidariedade espontânea! Um dos protagonistas parece muito com Olavo de Carvalho. Ele, inclusive, diz muito que tudo é óbvio e gosta de enfatizar que tem razão. Assistam! Vocês vão ver o lixo que são!”, escreveu a deputada.

Janaína fez menção ao personagem Trimagasi, interpretado por Zorion Eguileor. No filme, Trimagasi é um velho que, em diálogos com seu companheiro de andar no poço, costuma dizer que tudo é “óbvio”. Após sua morte, o ancião passa a assombrar sua dupla.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum