Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
28 de janeiro de 2020, 08h23

Janaina Paschoal ignora escândalo na Secom e diz que “indignação é seletiva”

"A revolta ocorre porque uns receberam e outros não", disse a deputada, sem mencionar o caso de corrupção que envolve o secretário de Comunicação de Jair Bolsonaro

Foto: Divulgação/Alesp

A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) criticou em sua conta no Twitter nesta terça-feira (28) a indignação em torno dos gastos do governo de Jair Bolsonaro em publicidade. De acordo com ela, “a indignação é seletiva”, e todos os gastos de todos os governos deveriam também ser criticados.

“Os milhões gastos em publicidade, por TODOS os governos e em TODAS as esferas, deveriam indignar. Percebam que usei indignar e um ponto final. Literalmente, indignar (Ponto)”, escreveu a deputada.

“Mas não é isso que ocorre. A indignação é seletiva. Fica evidente que a revolta ocorre porque uns receberam e outros não. Ou, pior, uns receberam mais e outros receberam menos. Essa indignação seletiva não é indignação, é interesse! Eu tenho nojo! Nojo e ponto de exclamação!”, continuou.

Sem citar o caso, Janaina se referia ao escândalo envolvendo o governo Bolsonaro que explodiu neste mês. Foi noticiado que Fabio Wajngarten, chefe da Secom (Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República), recebe, por meio de uma empresa da qual é sócio, dinheiro de emissoras de TV e de agências de publicidade contratadas pela própria secretaria, ministérios e estatais do governo.

Nesta terça, o Ministério Público Federal (MPF) pediu à Polícia Federal a abertura de um inquérito criminal para investigar o esquema de corrupção comandado por Wajngarten.

Confira:


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum