Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
21 de fevereiro de 2020, 14h11

Janaina Paschoal passa pano para Heleno: Ataque ao Congresso foi “pontual”

"Deixem o General Heleno trabalhar em paz", pediu a deputada nas redes sociais

Janaína Paschoal - Foto: Reprodução/TV Cultura

A deputada Janaina Paschoal (PSL-SP) foi às redes sociais nesta sexta-feira (21) para defender o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, após sua declaração pedindo um endurecimento das relações com o Congresso Nacional. Para Janaina, a frase do general foi “pontual” e crise é “inexistente”.

Mais cedo, a deputada disse no Twitter que não é inteligente atacar o ministro, pois o general “é muito importante para o país”. O tuíte foi visto como um endosso de Janaina aos ataques contra o Congresso.

“Eu não acho inteligente seguirem atacando, ou usando a imagem, do General Heleno. General Heleno é muito importante para o país. Deixem o General Heleno trabalhar em paz”, escreveu.

Em seguida, a deputada completou a publicação dizendo: “Não defendi, nem defendo, qualquer ataque ao Congresso Nacional, ou aos demais poderes. Mas estão, equivocadamente, transformando uma frase pontual, veiculada de forma privada, em uma crise inexistente. Isso não é bom. Foi só isso que falei”.

“General Heleno é um bom conselheiro do Presidente. Não há sentido convocá-lo, por uma frase pontual. Também não faz sentido transformar a frase em um movimento contra o Congresso. Não é hora de criar confusão. É disso que estou falando”, continuou.

A declaração de Heleno foi feita na terça-feira (18) durante encontro com o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, e o ministro da Economia, Paulo Guedes. Os três comentavam sobre o controle da execução de emendas parlamentares ao Orçamento e a fala foi captada pela transmissão ao vivo da Presidência nas redes sociais.

Confira:


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum