Entrevista exclusiva com Lula
31 de maio de 2019, 21h30

Jaques Wagner: “Governo Bolsonaro está sentindo o veneno que usaram contra a Dilma”

Senador (PT-BA) afirma que governo federal vive situação semelhante ao segundo governo Dilma com relação à necessidade de aprovação de crédito suplementar para preservar regra de ouro; rompimento da regra abriria margem para um processo de impeachment

Foto: Foto: Elza Fiúza/ Agência Brasil

Em entrevista dada ao portal BNews, o senador e ex-ministro Jaques Wagner afirmou que o governo Bolsonaro está prestes a passar por uma situação complicada de crédito, assim como a vivida por Dilma Rousseff no período que antecedeu o impeachment de 2016.

Se o pedido de crédito suplementar de R$248 bilhões enviado ao Congresso essa semana não for aprovado, o Executivo corre o risco de ficar paralisado e ameaça romper a chamada “regra de ouro”, que impede que o governo emita dívida pública por mecanismos de crédito para cobrir despesas como salários e benefícios sociais, como o Bolsa Família. Na quarta-feira (29), o ministro da Fazenda, Paulo Guedes, assumiu que a solicitação de crédito “embananou”.

Jaques Wagner, senador da Bahia, comparou a situação com o início do segundo governo Dilma. “Esse é o problema dele. Fizeram aquele barulho todo contra a Dilma até levar o impeachment dela e agora estão vendo que aquilo não era crime nenhum, era necessidade que você tem na hora que o orçamento aperta, você precisa de uma suplementação. Estão, na verdade, sentindo o veneno que eles mesmos usaram contra a Dilma. Eu acho bom para aprender”, afirmou.

O senador criticou a atuação da oposição durante o segundo governo de Dilma e disse que “Deus ensina”: “Quando você é oposição não tem que ficar perturbando e impedindo o governo de governar, você tem que tentar melhorar as coisas. É esse o papel da oposição, e não o que fizeram depois que  a Dilma ganhou em 2014. Era o tempo todo só criando problema, pauta bomba”.

Wagner ainda considerou que o principal problema de Bolsonaro está no próprio governo. “A condução toda da política dele tem sido muito confusa, e não porque a gente [da oposição] esteja fazendo um trabalho para impedir o governo de resolver. É porque entre eles mesmos não se acertam”, declarou.

O rompimento da “regra de ouro” abriria margem para um processo de impeachment.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum