#Fórumcast, o podcast da Fórum
15 de outubro de 2019, 21h22

Jean Wyllys denuncia novas fake news contra ele

Segundo o ex-deputado, exilado nos EUA, novas mentiras tem surgido sobre a atuação de Jean como professor em Harvard

Foto: Reprodução/TV Globo

O ex-deputado federal Jean Wyllys usou o Twitter para denunciar o surgimento de novas notícias falsas sobre o convite que a Universidade de Harvard fez para que o ex-parlamentar atue como professor visitante. Segundo Jean, os seguidores do presidente Jair Bolsonaro não param de difundir mentiras desde o anúncio, feito há mais de um mês.

“Minha presença como visitor scholar em Harvard não cessa de despertar inveja nos bolsonaristas e em parte da classe média brasileira, e, por isso, as fake news sobre esse assunto não param. Mas o ladrar dos cães não pode deter a caravana, sorry”, publicou Jean em sua conta no Twitter.

Wyllys, que foi para o Instituto de Pesquisas Afro-Latino dar aulas e fazer pesquisas sobre notícias falsas e enfrentamento de discursos de ódio, disse que não se abala com as novas mentiras espalhadas.

“Avisem aos bolsonaristas e à parte da classe média ressentida que espalhar fake news sobre minha presença em Harvard como professor-pesquisador visitante (a convite da universidade) não vai mudar o fato de que estou aqui com esse status nem resolver sofrimento deles”, disse ainda.

O ex-deputado é uma das maiores vítimas das fake news no Brasil. Primeiro parlamentar homossexual a defender a causa LGBT, ele foi associado a absurdos como o incentivo a pedofilia e ao incesto. Passou a ser alvo de agressões verbais e físicas nas ruas e até dentro da Câmara dos Deputados. Depois das eleições de 2018, ele decidiu deixar o Brasil e buscou abrigo inicialmente na Europa, mas agora está nos EUA.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum