Fórumcast, o podcast da Fórum
13 de julho de 2019, 21h10

Jean Wyllys denuncia presença de fascistas na Polícia Federal e sofre ameaças de bolsonaristas

Segundo Jean, seguidores do perfil Agentes Federais do Brasil no Instagram, que é administrado por Flávio Moreno, que se diz policial federal e presidente do PSL de Alagoas, colocou seguidores para ameaçá-lo após ele mencionar ao jornalista Luis Nassif que há fascistas na instituição

Flavio Moreno, administrador do perfil Agentes Federais do Brasil, que faz ameaças a Jean Wyllys (Reprodução)

Em uma sequência de tuítes na noite deste sábado (13), o ex-deputado Jean Wyllys afirmou que vem sofrendo novas ameaças após denunciar a presença de fascistas na Polícia Federal.

Segundo Jean, seguidores do perfil Agentes Federais do Brasil no Instagram, que é administrado por Flávio Moreno, que se diz policial federal e presidente do PSL de Alagoas, colocou seguidores para ameaçá-lo após ele mencionar ao jornalista Luis Nassif que há fascistas na instituição.

“Muitos dos seguidores em seus perfis exibem armas de fogo e fazem ameaças explícitas a figuras públicas de esquerda e movimentos sociais, além de, óbvio, enaltecer Bolsonaro et caterva. Como alguém de esquerda pode se sentir seguro nesse país com instituições infiltradas por fascistas e criminosos? Como esperar que essas instituições investiguem qualquer ameaça de morte contra pessoas de esquerda?”, tuitou Jean Wyllys.

Em seu perfil pessoal, Flávio Moreno, que também diz ser presidente do Sindicato dos policiais federais de Alagoas, publica fotos ao lado de Jair Bolsonaro e no Congresso Nacional com políticos do PSL, entre eles Eduardo Bolsonaro (PSL/SP), e do ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

Ele também administra o site FederalNews que se dedica a divulgar informações sobre Jair Bolsonaro e difamar adversários políticos.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum