Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
31 de outubro de 2019, 15h31

Joice Hasselman repudia fala de Eduardo Bolsonaro sobre AI-5: “É crime. É o sonho do clã”

Hasselmann lembra ainda que atentar contra a democracia é crime previsto no artigo 5º da Constituição

Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

A deputada federal, Joice Hasselman (PSL-SP), engrossou nesta quinta-feira (31) o coro das colegas que se manifestaram contra as declarações de Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) sobre a reimplantação do AI-5. Hasselmann lembra que atentar contra a democracia é crime previsto no artigo 5º da Constituição.

Ela afirmou ainda que a volta do ato autoritário adotado durante a ditadura militar no Brasil é o “sonho do clã” Bolsonaro.

“É inadmissível o flerte escancarado com o autoritarismo, em especial vindo de um deputado federal e filho do presidente da República. O Brasil não precisa de loucura, mas de equilíbrio e bom senso. Deus nos ajude”, escreveu a deputada.

Para Hasselmann, “fica muito claro o que essa gente quer. O AI-5 cassou mandatos, suspendeu direitos, e instituiu censura: o sonho dos autoritários. O sonho do clã. Não podemos permitir esse grave ataque à democracia”, encerrou.

Dudão e o AI-5

Em entrevista à Leda Nagle, o filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL) fala na instituição de “um novo AI-5” como resposta ao que ele classifica como “radicalização da esquerda”.

Saiba o que foi o AI-5

“Tudo é culpa do Bolsonaro. Se a esquerda radicalizar a esse ponto, a gente vai precisar ter uma resposta e uma resposta ela pode ser via um novo AI-5”, afirmou ele, referindo-se ao Ato Institucional de número 5, instaurado em dezembro de 1968 pela ditadura, que resultou na perda de mandatos de parlamentares e ministros do STF, intervenções em estado, municípios e organizações civis, além da suspensão de garantias constitucionais que resultaram na institucionalização da tortura pelo Estado.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum