O que o brasileiro pensa?
28 de maio de 2020, 08h51

Joice Hasselmann: “STF aponta caixinha de R$ 2 milhões por mês para blogueiros de direita”

A deputada ainda comemora: “o cerco finamente está se fechando”

Foto: Marcos Corrêa/PR

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) afirmou, através de sua conta do Twitter, nesta quinta-feira (28) que uma parte da investigação no Supremo Tribuna Federal (STF) sobre as fake news, que contou com vários mandados de busca e apreensão nesta quarta-feira, “aponta uma caixinha de R$ 2 MILHÕES por mês, que seria distribuída entre blogueiros de direita”.

A deputada afirma ainda que “o cerco finamente está se fechando”, e encerra a postagem com a hashtag #GabineteDoOdioNaCadeia.

“Um braço da investigação no STF aponta uma caixinha de R$ 2 MILHÕES por mês, que seria distribuída entre blogueiros de direita. O cerco finalmente está se fechando! #GabineteDoOdioNaCadeia

Bloqueio das contas

Na decisão em que permitiu uma operação de busca e empreensão contra empresários, blogueiros e parlamentares bolsonaristas e que confirma existência de “Gabinete do Ódio” e lista financiadores da milícia digital, o ministro Alexandre de Moraes determinou o bloqueio de contas nas redes sociais e a manutenção de postagens antigas para que nada seja apagado.

Veja também: Saiba quem são os bolsonaristas alvos da ação da PF contra a milícia digital que propaga fake news

“O bloqueio de contas em redes sociais, tais como Facebook, Twitter e Instagram, dos investigados apontados no item anterior “1”, necessário para a interrupção dos discursos com conteúdo de ódio, subversão da ordem e incentivo à quebra da normalidade institucional e democrática”, diz trecho da decisão expedida pelo ministro.

Os investigados apontados no “item 1” são empresários e blogueiros que estariam envolvidos no esquema. Entre os 17 nomes estão: o blogueiro Allan dos Santos, do Terça Livre; o youtuber Bernardo Kuster; a ativista Sara Winter, que chegou a atuar no ministério de Damares Alves; o empresário Edgard Gomes Corona, dono da Smart Fit; o empresário Otavio Fakhoury, financiador do site Crítica Nacional; o humorista Reynaldo Bianchi Júnior; e o coordenador do Bloco Movimento Brasil, Winston Rodrigues Lima.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum