Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
07 de março de 2019, 12h02

Jornalista alemão rebate ministro de Bolsonaro: “Brasil nunca foi capaz de se distanciar da ditadura”

"O nazismo foi derrotado há mais de 70 anos. E o que existe hoje na Alemanha é uma forte tendência em alertar sobre regimes antidemocráticos, regimes que muitas vezes violam os direitos humanos, pregam um nacionalismo agressivo e criam inimigos internos", disse Philipp Lichterbeck, que vive no Brasil desde 2012

Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente, e Philipp Lichterbeck, jornalista alemão (Reprodução)

O jornalista alemão Philipp Lichterbeck, da Deutsche Welle, rebateu nesta quinta-feira (7) às críticas do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, que tuitou que a Alemanha foi responsável pelo nazismo para tentar desqualificar uma reportagem que tece inúmeras críticas à política ambiental que vem sendo adotada pelo ministro e pelo governo Jair Bolsonaro.

Após dizer que, com seu post no Twitter, o ministro não respondeu aos fatos citados “sobre uma política que é antiambiental”, preferindo falar sobre o passado alemão, Lichterbeck, que vive no Brasil desde 2012 e escreve para diversos jornais da Alemanha, buscou duas frases que marcaram várias gerações na resistência ao nazismo para rebater Salles.

“Nie wieder!” (“nunca mais!”) e “Wehret den Anfängen!” (algo como “resista desde o começo!).“ O Brasil, pelo contrario, nunca foi capaz de se distanciar da sua ditadura”, disse o jornalista.

Segundo ele, Salles usa uma comparação “desproporcional”. “O nazismo foi derrotado há mais de 70 anos. E o que existe hoje na Alemanha é uma forte tendência em alertar sobre regimes antidemocráticos, regimes que muitas vezes violam os direitos humanos, pregam um nacionalismo agressivo e criam inimigos internos”.

Lichterbeck diz ainda que é o próprio governo quem prejudica a imagem do Brasil no exterior “com as suas afirmações incoerentes com o seu jeito pouco profissional de comunicação”.

“Costumo ser acusado de retratar o Brasil de forma negativa quando falo sobre o retrocesso da política ambiental que, segundo muitos especialistas, está acontecendo. É o próprio governo está prejudicando a imagem do Brasil: com as suas afirmações incoerentes com o seu jeito pouco profissional de comunicação.”

Independente
Procurado pela reportagem da Deutsche Welle, o ministro disse que não enxergou a coluna como uma crítica ambiental, mas como uma “ofensa pura e gratuita, atacando de certa forma o governo brasileiro como um todo”.

“Vocês deixaram publicar uma matéria dessas. Vocês são um órgão público alemão, não são? Vocês permitiram que um órgão público alemão fizesse essa critica ao Brasil”, disse Ricardo Salles, por telefone.

A Deutsche Welle informou na reportagem que é a empresa de comunicação internacional da Alemanha. “Ela é financiada com recursos públicos, e seu orçamento é definido pelo Bundestag (Parlamento). Como todas as emissoras públicas alemãs, a DW tem total liberdade editorial e pratica um jornalismo independente”.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum