No rastro do óleo do Nordeste
27 de junho de 2019, 16h38

Jornalista do Correio Braziliense diz que são fortes os rumores de queda de Onyx Lorenzoni

Parlamentares, de acordo com a jornalista Denise Rothenburg, já estariam até mesmo falando em possíveis nomes para substituir o ministro da Casa Civil; na semana passada, Onyx já havia sido retirado da articulação política por conta das sucessivas derrotas do governo no Congresso

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Circulam no Congresso Nacional rumores de que o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, será demitido. As informações são da jornalista Denise Rothenburg, do Correio Braziliense.

Em sua coluna no jornal, nesta quinta-feira (27), a jornalista informou que já circula à boca pequena nos corredores do Congresso até mesmo possíveis nomes para substituir Lorenzoni na Casa Civil. Os nomes mais cotados são o do atual secretário de Previdência, Rogério Marinho, e o do senador Eduardo Gomes (MDB-TO).

O desgaste de Lorenzoni no governo já ficou evidente na semana passada, quando o presidente Jair Bolsonaro resolveu tirar o ministro da articulação política. O motivo teriam sido as sucessivas derrotas do governo no Congresso e a morosidade na articulação da reforma da Previdência.

De acordo com Rothenburg, teria pesado também para a possível queda do ministro a confusão dos decretos de armas, que foram revogados por Bolsonaro depois de mais uma derrota no Senado.

“Se a queda de Lorenzoni se confirmar, pela primeira vez um governo estará diante da troca de quase todos os ministros palacianos ao completar seis meses de gestão. Sobrará só o general Heleno, que a oposição planeja convocar ao Congresso para explicar como um taifeiro que servia alguns voos presidenciais traficou 39kg de cocaína sem que os serviços de inteligência do governo percebessem. O general hoje está atrás da mesma resposta”, escreveu a jornalista.

O governo ainda não comentou os rumores da queda de Lorenzoni que circulam entre parlamentares.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum