Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
17 de dezembro de 2019, 15h53

José Dirceu: a reforma bancária precisa estar na pauta da esquerda

Segundo o ex-ministro-chefe da Casa Civil, a união das esquerdas brasileiras precisa considerar a reforma bancária como meio combate à desigualdade social do país

Foto: Arquivo

Em texto publicado pelo portal Metrópole, José Dirceu argumenta que a reforma bancária precisa ser uma pauta a ser considerada pelas esquerdas brasileiras.

Na análise, Dirceu propõe que além dos pontos nevrálgicos como combate às desigualdades, acesso à saúde e educação públicas de qualidade e direitos de habitação e saneamento básico, existe uma necessidade urgente pela reforma tributária e dos sistemas financeiro e bancário.

Afinal, em essência, um caminho para superar o déficit público, retomar os investimento público e assim retomar o desenvolvimento e a prestação de serviços públicos universais passaria por essas reformas. “Atualmente, nossa estrutura tributária concentra renda, cobra mais dos que ganham menos via bens e serviços e menos dos que ganham mais, via renda e patrimônio”, argumenta Dirceu.

O ex-ministro-chefe da Casa Civil afirma também que o Brasil figura entre os piores países em desigualdade social e distribuição de renda, pois esta é expropriada pelos juros e impostos. “A concentração de renda é agravada pelo poder dos monopólios e cartéis, começando pelo bancário, cuja rentabilidade repõe o patrimônio a cada quatro anos, e pela estrutura política, judicial e de informação”, escreve.

“Nossa realidade é perversa: algumas poucas famílias controlam os bancos e a mídia, ao mesmo tempo em que temos um poder político atrofiado tanto pela forma de se eleger quanto de governar”, conclui Dirceu.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum