Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
24 de julho de 2018, 15h02

Josué Gomes diz não a Alckmin

Filho do ex-vice de Lula, José Alencar, Josué Gomes não aceitou a indicação dos partidos do 'centrão' para ser vice de Alckmin (PSDB); empresário deve se reunir ainda com Fernando Pimentel (PT), que o cogita para vice no governo e MG

Foto: Paulo Libert/Facebook

O empresário mineiro Josué Gomes (PR), filho do ex-vice de Lula, José Alencar, negou o pedido dos partidos que compõem a base do governo Temer e que formarão chapa com Geraldo Alckmin para ser vice do tucano na corrida presidencial. Josué se reuniu com o pré-candidato do PSDB nesta segunda-feira (23) em São Paulo e, na ocasião, teria dito que o tucano poderia ficar “à vontade” para escolher outro nome para vice. Nesta terça-feira (24), de acordo com o jornal Estadão, o filho de José Alencar confirmou sua recusa.

O empresário mineiro era cobiçado pelos partidos do chamado “centrão” que, na verdade, representam os partidos de direita e centro-direita que ajudaram a tirar a ex-presidenta Dilma Rousseff do poder e que formaram o novo governo ao lado de Temer. O grupo, do qual fazem parte DEM, PRB, SD e PR, decidiu na última semana se aproximar de Alckmin e indicar Josué Gomes como seu candidato a vice. Na noite de segunda-feira (23), inclusive, o tucano não dispensou elogios ao filho de José Alencar em entrevista ao ‘Roda Viva’, da TV Cultura.

A negativa de Josué Gomes ao convite do ‘centrão’ para a chapa de Alckmin estaria ligada ao fato de que há restrições em sua família para que ele apoie outro candidato que não seja Lula. Avaliam que isso poderia respingar na história de parceira que o pai criou com o ex-presidente.

Agora, o empresário mineiro mantém conversas com o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), que já afirmou ter interesse em Josué para ser seu vice na disputa pelo governo do estado. Os dois devem se reunir nesta semana.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum