#Fórumcast, o podcast da Fórum
17 de outubro de 2019, 10h32

Juiz absolve Temer em caso de áudio com Joesley Batista

Denúncia envolvia uma gravação em que o ex-presidente diz "tem que manter isso aí, viu?" sobre pagamento feito a Eduardo Cunha

Fotos Públicas

O juiz Marcus Vinícius Reis Bastos, da 12ª Vara Federal Criminal do Distrito Federal, absolveu nesta quarta-feira (16) o ex-presidente Michel Temer (MDB) na ação em que ele respondia por obstrução da Justiça. A denúncia foi feita em 2017 pelo então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e tomou como base uma conversa entre Temer e o empresário Joesley Batista.

No áudio, o executivo da JBS fala sobre um suposto pagamento ao ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (MDB-RJ). O então presidente responde com a frase “tem que manter isso, viu?”.Segundo Janot, a fala de Temer era uma tentativa de silenciar o operador Lúcio Funaro e o ex-deputado Eduardo Cunha, presos na Lava Jato. O ex-presidente sempre negou a acusação.

Na decisão, o juiz afirmou que a denúncia é baseada em prova “frágil”, pois a transcrição do áudio “registra nada menos que 76 vezes o termo ‘ininteligível’ e outras 76 vezes o termo ‘descontinuidade’”. Além disso, o juiz indicou possível manipulação da conversa por parte do Ministério Público Federal. “A denúncia transcreve o mesmo trecho do áudio sem considerar interrupções e ruídos, consignando termos diversos na conversa, dando interpretação própria à fala dos interlocutores.”

A denúncia havia sido barrada pela Câmara dos Deputados em outubro de 2017 e teve sua tramitação suspensa até o encerramento do mandato de Temer. Se fosse admitida pela Câmara, o então presidente teria que se afastar do cargo. Somente quando o emedebista deixou a Presidência e perdeu o foro privilegiado, a acusação passou a tramitar na 12ª Vara.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum