Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
27 de Maio de 2019, 18h31

Juiz conclui que Adélio Bispo, autor da facada em Bolsonaro, tem transtorno mental e é inimputável

Todos os pareceres médicos divulgados pela defesa e por peritos escolhidos pela acusação concluíram que ele sofre de “Transtorno Delirante Persistente”

Adelio Bispo dos Santos (Foto: Reprodução )

Bruno Savino, juiz federal da 3ª Vara da Justiça Federal de Juiz de Fora (MG), chegou à conclusão de que Adélio Bispo de Oliveira, autor da facada em Jair Bolsonaro, tem “Transtorno Delirante Persistente”. Ele se baseou em pareceres médicos divulgados pela defesa de Bispo e de peritos escolhidos pela acusação.

Essa situação torna inimputável o homem que desferiu a facada no presidente, o que quer dizer que ele não pode ser punido criminalmente. Em caso de condenação, Bispo cumprirá pena em manicômio judiciário e não em prisão.

Presidio Federal

O juiz decidiu, ainda, pela manutenção de Bispo no Presídio Federal de Campo Grande até o julgamento da ação penal. O psiquiatra da defesa declarou que o estabelecimento tem condições adequadas para a realização do tratamento necessário para a doença.

Todos os médicos, assim como os peritos oficiais e assistentes técnicos das partes concluíram que Bispo é portador de Transtorno Delirante Persistente. A própria psiquiatra escolhida pelos advogados de Jair Bolsonaro concordou com o diagnóstico.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum