Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
20 de junho de 2018, 15h56

Juiz de Curitiba autoriza uso de força policial contra a Vigília Lula Livre 

Mandado determina que oficial de Justiça verifique se a estrutura da vigília descumpre as regras impostas anteriormente e, em caso negativo, libera o uso de força policial para remover barracas e estruturas; organização da vigília divulgou nota rebatendo 

(Foto: Eduardo Matysiak)

A organização da Vigília Lula Livre, mobilização que envolve o PT, centrais sindicais, movimentos sociais e apoiadores de Lula que estão em constante mobilização em Curitiba (PR) desde a prisão do ex-presidente, divulgou uma nota nesta quarta-feira (20) respondendo ao mandado assinado pelo juiz Jailton Juan Carlos Tontini, da 3ª Vara da Fazenda Pública, autorizando o uso da força policial para remover barracas e estruturas da vigília.

O mandado, expedido na segunda-feira (18), determina que um oficial de Justiça verifique se a manutenção das estruturas descumpre ordem anterior da Justiça, que havia imposto limites geográficos para a mobilização e colocado regras de horários com relação às atividades diárias que são realizadas. A determinação diz que se as regras não estiverem sendo cumpridas, o oficial poderá, “com o auxílio da forma policial já deferida, remover quaisquer barracas, tendas, estruturas ou similares que estejam nas vias públicas”. A vigília fica no bairro de Santa Cândida, nos arredores da superintendência da Polícia Federal, onde Lula está preso há mais de dois meses.

Na nota, a organização da vigília informa que já se readequou às solicitações anteriores da Justiça e ressalta que vai continuar exercendo seu direito de manifestação.

 

Confira a íntegra.

Sobre o mandado do dia 18 de junho, assinado pelo juiz Jailton Juan Carlos Tontini, que pede a remoção das quatro tendas da Vigília Lula Livre a partir de uso de força policial, as organizações que integram a Vigília Lula Livre afirmam que:

– Nesta semana fizemos um esforço para adequar a estrutura da vigília, de maneira a atender as autoridades, mas mantendo nosso direito de denunciar a prisão política do ex-presidente Lula.

– Com isso, reorganizamos o espaço, que permanece agora com apenas duas tendas no local. Exigimos das autoridades a manutenção da Vigília e o direito a permanecer com essa estrutura mínima para atender nosso principal contato com a sociedade, que é a solidariedade e recepção diária de doações.

– Afirmamos que seguiremos, dentro dos acordos feitos com a Secretaria de Segurança Pública e no horário combinado, entre 9h e 19h30, fazendo as atividades na Vigília, no espaço que batizamos de Olga Benário, respeitando os limites do interdito, de onde fazemos o bom dia presidente Lula, boa tarde e boa noite, além de atividades de debates e programação cultural, para as quais a sociedade está sempre convidada.

– Sempre pedimos desculpas à vizinhança pelos possíveis incômodos. Recebemos apoios de vários moradores e respeitamos aqueles que não apoiam nosso movimento. Diante deste que é o principal fato político nacional, seguiremos em vigília, sempre buscando o diálogo e um termo para a melhor relação com a comunidade.

– O judiciário, por sua vez, não pode ser conivente em alguns casos de espaços políticos que já aconteceram na cidade durante meses e, ao mesmo tempo, ser autoritário com a Vigília Lula Livre, que está constantemente aberta ao melhor formato para não prejudicar a comunidade.

– A importância da Vigília é tal que por aqui já passaram nomes de respeito da política nacional e internacional como o prêmio Nobel Adolfo Pérez Esquivel, o ator Danny Glover, a atriz Lucélia Santos, o frei Leonardo Boff, entre tantos outros, e teremos na quinta (21) a presença do ex-presidente do Uruguai, Pepe Mujica.

– Alcançamos quase 80 dias de Vigília buscando o diálogo com a sociedade, com o judiciário e com o poder público, mas sempre mostrando que a cada tentativa de agressão, supressão de direitos de Lula e dos movimentos populares, é a democracia em nosso país que está sendo atacada.

– Nossa resistência segue firme!

Vigília Lula Livre

Curitiba, 20 de junho de 2018.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum