Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
31 de dezembro de 2019, 15h48

Juiz nega liminar e libera faixas pagas pelo véio da Havan com insultos a Lula em aviões no litoral de SC

Na decisão, dada em plantão judiciário, o juiz Fernando Machado Barboni diz que Lula é uma pessoa pública e estaria sujeito a críticas por parte da população

Moro e o dono da Havan, Luciano Hang (Reprodução)

O juiz Fernando Machado Barboni, da 2ª Vara Cível de Navegantes, negou a liminar de advogados de LuLa pedindo que o empresário bolsonarista Luciano Hang, o véio da Havan, fosse proibido de patrocinar faixas com insultos ao ex-presidente levadas por aviões em praias do litoral de Santa Catarina.

No início de dezembro, Hang afirmou nas redes sociais que patrocinaria aviões para sobrevoar o litoral do Estado levando faixas com dizeres contra o ex-presidente. Neste sábado (28), publicou vídeo em que uma aeronave mostra a frase ‘Lula cachaceiro devolve meu dinheiro’, dizendo que “o povo brasileiro acordou”.

“Agora juntos vamos reconstruí-lo e transformar o Brasil num lugar de paz, harmonia, ordem e progresso”, tuitou o empresário, que propaga uma cultura de ódio nas redes sociais.

Na decisão, dada em plantão judiciário, Barboni diz que Lula é uma pessoa pública e estaria sujeito a críticas por parte da população.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum