Fórumcast, o podcast da Fórum
23 de novembro de 2017, 20h30

Kátia Abreu, sobre saída do PMDB: “Fui expulsa por defender posições que desagradam ao governo”

O PMDB decidiu por unanimidade expulsar a senadora, que votou contra o impechment de Dilma Rousseff e vem fazendo duras críticas ao atual governo. “A mesma comissão de ” ética ” não ousou abrir processo contra membros do partido presos por corrupção e crimes contra o país”, escreveu a parlamentar. Leia sua nota na íntegra

Por Redação

A senadora Kátia Abreu (TO), há muito tempo, tem se posicionado contra as medidas de Michel Temer, como a reforma trabalhista e a da Previdência, temas considerados prioritários pelo governo. Em represália, o Conselho de Ética do PMDB nacional decidiu, nesta quinta-feira (23), por unanimidade, expulsá-la do partido e cancelar sua filiação.

O senador Romero Jucá, presidente nacional do partido, disse que acatará de imediato a decisão do Conselho de Ética. Ele disse que a medida “demonstra nova fase de posicionamento do partido”.

No início da noite, Kátia Abreu se manifestou sobre a expulsão por meio de nota.

Confira.

A comissão de ” ética ” do PMDB decidiu pela minha expulsão do partido de Ulisses Guimarães e Tancredo Neves.
Fui expulsa exatamente por não ter feito concessão a ética na política.
Fui expulsa por defender posições que desagradam ao governo.
Fui expulsa pois ousei dizer não a cargos, privilégios ou regalias do poder.
A mesma comissão de ” ética ” não ousou abrir processo contra membros do partido presos por corrupção e crimes contra o país.
Fiquei no PMDB e não saí como queriam. Fiquei e lutei pela independência de ideias e por acreditar que um partido deve ser um espaço plural de debates. A democracia não aceita a opressão.
Hoje os membros da comissão de ” ética ” imprimiram na história do partido que lutou contra a ditadura, a mácula do sectarismo e da falta de liberdade.
Sigo na luta política.
Sigo com Ética.
Sigo sem medo e firme nos meus propósitos, pois respeito minha família, respeito o povo do Tocantins e do Brasil, que ainda acreditam que esse país pode ser melhor.

Kátia Abreu
Senadora

Veja também:  Ministros do STF já tratam como "crimes" revelações feitas pela Vaza Jato

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum