Fórumcast, o podcast da Fórum
21 de agosto de 2019, 08h33

Kennedy Alencar: “Não é pedido de presidente, é de pai”, diz Bolsonaro a senadores

Segundo senadores, a abordagem do presidente para emplacar o filho na embaixada gera constrangimento

Eduardo e Jair Bolsonaro - Foto: Reprodução/Filckr

O presidente Jair Bolsonaro tem abordado os parlamentares de maneira pouco convencional em busca de votos que emplaquem o filho, Eduardo, na embaixada dos Estados Unidos. Segundo senadores do PP, do PSL e do MDB, ouvidos pelo jornalista Kennedy Alencar, o presidente se dirige a eles dizendo que “não é um pedido do presidente da República, mas é o pedido de um pai”. A abordagem gera constrangimento, segundo os políticos.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

Segundo o blog do Kennedy, a maioria dos parlamentares atualmente avalia que Eduardo Bolsonaro, presidente da Comissão de Relações Exteriores da Câmara, não tem capacidade para representar o Brasil na embaixada nos EUA. De acordo com levantamento do jornal O Estado de S.Paulo,  o filho do presidente não conta com número suficiente de votos para ter seu nome aprovado no Senado.

Dos 81 senadores, 30 responderam que devem votar contra o nome de Eduardo, 15 afirmaram que serão favoráveis, outros 35 parlamentares não quiseram responder e sete disseram estar indecisos. No entanto, Eduardo precisa de 41 nomes para ter sua indicação aprovada.

Bolsonaro chegou a confessar à imprensa na terça-feira (20) que poderia abrir mão da indicação de seu filho. “Tudo é possível, eu não quero submeter meu filho a um fracasso”, disse o presidente, ao ser questionado sobre a possibilidade de desistir da nomeação. Porém, apesar do clima desfavorável, o presidente afirmou nesta quarta (21) que manterá sua nomeação.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) foi às redes sociais na madrugada desta quarta-feira (21) para dizer que é “fake news” a informação de que o pai, Jair Bolsonaro, teria desistido de indicá-lo à embaixada brasileira em Washington, nos Estados Unidos.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum