Fórumcast, o podcast da Fórum
19 de fevereiro de 2019, 14h22

Kim Kataguiri é aclamado presidente da Frente pelo Livre Mercado: “Está estabelecida a ditadura do Kim”

Anunciada na última semana, a frente, que pretende lutar pela agenda liberal na economia na Câmara – com apoio a pautas como a Reforma da Previdência e a flexibilização das relações trabalhistas – realizou sua primeira reunião

Kim Kataguiri lidera a Frente pelo Livre Mercado (Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados)

O deputado Kim Kataguiri (DEM-SP) foi aclamado presidente da Frente Parlamentar pelo Livre Mercado na primeira reunião do grupo nesta terça-feira (19), na Câmara dos Deputados. “Obrigado, está estabelecida a ditadura do Kim”, disse ele, sob aplausos, após ter o nome sugerido por um dos parlamentares.

Anunciada na última semana, a frente, que pretende lutar pela agenda liberal na economia na Câmara – com apoio a pautas como a Reforma da Previdência e a flexibilização das relações trabalhistas – realizou sua primeira reunião.

Entre os participantes, estavam conhecidos nomes bolsonaristas como Bia Kicis (PSL-DF) e Carla Zambelli (PSL-SP).  Também participaram jovens parlamentares de direita, a exemplo de Kataguiri, como Marcel van Hattem (Novo-RS) e Luísa Canziani (PTB-PR).

Muitos integrantes da Frente pelo Livre Mercado fazem parte também da Frente Parlamentar Agropecuária, caso de Kataguiri e Bia Kicis.

No encontro, marcado para antes do início da ordem do dia, os deputados discutiram o Projeto de Lei Complementar (PLP) 441/2017, que institui o Cadastro Positivo e está previsto para entrar na pauta da Câmara nesta terça.

Já existe um cadastro positivo de consumidores mas a participação é opcional. O consumidor tem que pedir a própria inclusão. No novo modelo, o consumidor terá seus dados incluídos de maneira automática para embasar a análise de crédito de bancos e empresas. Os defensores da proposta afirmam que a exclusão poderá ser solicitada com facilidade.

A Frente pelo Livre Mercado é favorável à proposta, que enfrenta resistência de órgãos de defesa do consumidor. Na reunião desta terça, representantes do Banco Central e Ministério da Economia orientaram os deputados sobre  destaques apresentados por partidos de oposição – PSOL, PT, PSB, PDT e PCdoB – considerados prejudiciais à proposta.

Outro tema discutido foi o Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 7/2019, do deputado Heitor Schuch (PSB-RS) que corta subsídios de energia para produtores rurais. A frente liberal quer se preparar para a discussão do tema e já prevê choque com a frente agropecuária, beneficiada pelos subsídios.

“Quero lembrar que o projeto do subsídio da energia será retirado de pauta. Vamos ter algum tempo pra pensar sobre isso. A gente vai se deparar em alguns momentos com interesses antagônicos [em relação à Frente Parlamentar Agropecuária] e vamos ter que optar pela melhor saída para o Brasil”, disse Bia Kicis.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum