Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
01 de março de 2019, 11h04

Lado B | Edição Nº 16 – Médicas cubanas falam sobre o Mais Médicos

Fique bem informado, conheça a newsletter da Fórum. Quem é #sóciofórum recebe a Lado B todos os dias pela manhã. Ainda não é sócio? Fique agora, clique aqui. Confira a edição enviada aos sócios 06h00 desta sexta-feira (1). 

 

Se você ainda não pode ficar sócio, cadastre-se e receba gratuitamente por 15 dias. Clique aqui.

Exclusivas 

Médicas cubanas contam como foi trabalhar no Mais Médicos 

Está no ar mais um vídeo da série Fórum em Cuba. As médicas cubanas Danicela Henriquez e Alina Montavo falam sobre a experiência de trabalhar no programa Mais Médicos e o que sentiram quando Bolsonaro disse que os cubanos eram escravos. Assista aqui.

Paulo Guedes na Câmara

Deputados da bancada do PT protocolaram na Câmara dos Deputados requerimento para convocar o ministro da Economia, Paulo Guedes, para que ele explique à Casa as motivações do governo de extinguir a tarifa antidumping que desde 2001 protegia os produtores de leite brasileiros da concorrência predatória da União Europeia e da Nova Zelândia.

Criacionismo nas escolas

Dois projetos de lei que preveem o ensino do criacionismo nas escolas foram desarquivados recentemente na Câmara dos Deputados. As propostas são o projeto de lei (PL) 8.099, do deputado Marco Feliciano (Podemos-SP) e o 5.336/2016, do deputado Jefferson Campos (PSD-SP), informa a repórter Mariana Branco, da Sucursal da Fórum em Brasília.  Segundo a proposta de Feliciano, “os conteúdos (…) devem incluir noções de que a vida tem sua origem em Deus, como criador supremo de todo o universo de todas as coisas que o compõe”.

Retrocessos na educação

Em entrevista exclusiva à FórumRita Santos, da ONG Avante, alerta que “o atual governo nos impõe um desafio que pensávamos já ter vencido – lutar por escola pública para todos e que respeite a nossa diversidade. Pensávamos que a luta era a qualidade da escola pública”.

De hoje

Queiroz diz que gerenciava salários do gabinete de Flávio Bolsonaro

Reportagem de Fábio Grellet e Constança Rezende, na edição desta sexta-feira (1º) do jornal O Estado de S.Paulo, informa que o ex-assessor de Flávio Bolsonaro (PSL/RJ) na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), Fabrício Queiroz enviou nesta quinta-feira (28) manifestação por escrito ao Ministério Público do Estado em que declara que fazia o “gerenciamento financeiro” dos salários dos servidores lotados no gabinete do filho de Jair Bolsonaro (PSL).

Ainda vale a pena….

Nesta seção destacamos matérias que circularam na Fórum durante o dia de ontem, mas que merecem ser lidas.

Direto de Caracas

O jornalista Renato Rovai publicou texto onde afirma que “a situação está dura, a crise é séria, mas não há tragédia humanitária na Venezuela”. “A Caracas que eu vi nesses dias depois de 12 anos que não passava por aqui é uma capital vivendo o desafio de se reorganizar após uma violenta crise econômica motivada por três grandes fatores: bloqueio econômico dos EUA que teve inicio em 2014, imensa dependência do petróleo e a queda dos seus preços em nível internacional e erros de gestão de um governo que já está no comando do país há 20 anos e que não pode fazer de conta que não tem nada a ver com isso.”

Ilona Szabó

Depois de anunciar, nesta quarta-feira (27), a nomeação de Ilona Szabó para o Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP), uma indicação de Sérgio Moro, no início da noite desta quinta (28) a nomeação foi revogada. “Diante da repercussão negativa em alguns segmentos, optou-se por revogar a nomeação”, diz nota da assessoria do Ministério da Justiça.

Bolsonaristas enfurecidos

Quando o nome da cientista política foi publicado no Diário Oficial da União, apoiadores de Bolsonaro levantaram a hashtag #IlonaNão no Twitter. Ilona Szabó também sofreu ataques em sua conta pessoal, e recebeu mensagens agressivas em seu post mais recente, compartilhando artigo escrito por ela para a Folha de S. Paulo intitulado “Igualdade de gênero na política já!”

Reforma da Previdência

Guilherme Boulos, coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e da Frente Povo Sem Medo, anunciou a “primeira grande mobilização” contra a reforma da Previdência no dia 28 de março. Na capital paulista, onde é esperada uma das maiores manifestações, a concentração será às 17h no vão livre do Masp, na avenida Paulista.

Coronel quer acabar com cota de candidaturas de mulheres

O senador Angelo Coronel (PSD-BA) apresentou projeto de lei que prevê o término da cota de 30% para mulheres nas eleições. O senador alega que constatou-se que alguns partidos compelem mulheres a entrar no processo eleitoral apenas para assegurar o percentual mínimo exigido de 30% de candidaturas femininas, prática chamada de “candidaturas laranjas”.

Da vizinhança

Nesta seção indicamos leituras de sites que fazem parte desta enorme galáxia da internet, como bem definiu Castells.

‘Crianças tomam conta do mundo’

A escritora Eliane Brum aponta, em sua coluna no El País, que “num planeta governado por adultos infantilizados como Trump e Bolsonaro, meninas de diferentes países lideram uma rebelião pelo clima e marcam uma greve global de estudantes para 15 de março”. “De repente os mais jovens perceberam que a sobrevivência está comprovadamente ameaçada e os governantes estão brincando no Twitter”, escreve.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags