Fórumcast #20
27 de fevereiro de 2019, 07h43

Laudos que indicam que Adélio é paranoico preocupam Bolsonaro

A conclusão tornaria Adélio inimputável e o impediria de ser condenado a cumprir pena comum. Laudos teriam desagradado Bolsonaro, que não quer que o agressor seja tratado como "maluco"

Adélio Bispo e Bolsonaro (Reprodução)

O presidente Jair Bolsonaro está preocupado com os laudos psiquiátrico e psicológico que analisaram a saúde mental de Adélio Bispo, o homem que o esfaqueou durante a campanha. A informação está em reportagem da revista Época desta terça-feira (25).

Leia também: PF diz a Bolsonaro que não identificou “terceiros” em atentado com faca durante a campanha

Segundo a matéria, os laudos, que correm à parte em um inquérito sob sigilo, apontaram que Adélio foi considerado paranoico. Isso teria desagradado Bolsonaro, que não gostaria que o esfaqueador fosse considerado pela Justiça um “maluco”, nas palavras do próprio presidente.

A conclusão tornaria Adélio inimputável e o impediria de ser condenado a cumprir pena comum. Ele poderia acabar transferido para um manicômio judicial.

O Ministério Público Federal solicitou perícia nos laudos. O advogado de Adélio, Zanone Manuel de Oliveira, especialista em incidentes de insanidade mental, diz que não há dúvidas sobre a saúde do cliente.  “Eu sei desde o início, ele não é são. Ainda bate na tecla de que foi Deus quem o enviou para cometer o atentado. No fim, vão dizer: ‘Zanone tinha razão’”, disse ele à Época.

Veja também:  Em referência à nova leva da Vaza Jato, defesa de Lula cita abuso de autoridade e "conspiração"

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum