Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
31 de outubro de 2019, 15h53

Leda Nagle “apanha” nas redes após entrevistar Eduardo Bolsonaro, que ameaçou esquerda com “novo AI-5”

Apresentadora já declarou que foi "uma honra" ter entrevistado o outro filho do presidente, Carlos Bolsonaro, em seu canal no YouTube

Foto: Reprodução/YouTube

A entrevista na qual o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) ameaçou mais uma vez a democracia, mencionando a possibilidade da instituição de “um novo AI-5”, foi concedida à jornalista Leda Nagle, em seu canal no YouTube.

As reações nas redes sociais foram imediatas e a apresentadora foi muito criticada pelos internautas. Veja algumas declarações:

“O deputado fala em AI-5 e você não se indigna? A próxima pergunta foi sobre cabo e soldado? Ele anunciou um risco para nossa democracia e ficou por isso mesmo”.

“A senhora deveria ter o mínimo de decência”.

“Que vergonha dona Leda!”.

“Aposenta, leda… que triste fim de carreira que vc está”.

“Dona Leda! Quem te viu e quem te vê. Passou do ponto. Virou VINAGRE. PODRE”.

“Para quem comandou o Sem Censura por tantos anos, o mínimo que espero é que agora vc caia na real”.

“Ainda bem que sei quem foi o entrevistador e o entrevistado, para passar bem longe”.

“Que tristeza, Leda”.

“Parabéns, conseguiu em vídeo mais provas a respeito de quebra de decoro desse chaveiro de miliciano”.

“E imagina que a senhora, um dia, apresentou um programa chamado SEM CENSURA…”.

Carlos Bolsonaro

Depois de deixar o comando do programa Sem Censura, demitida pela direção da TV Brasil, Leda passou a investir em seu canal no Youtube.

Segundo ela mesma, um dos seus maiores feitos foi ter entrevistado o outro filho de Jair Bolsonaro, Carlos Bolsonaro, o que até hoje não foi realizado por nenhuma emissora de TV. Para Leda, o objetivo não foi furar as emissoras, mas, sim, “uma honra” entrevistar o político.

Resposta

Na entrevista, o filho do presidente declarou: “Se a esquerda radicalizar a esse ponto, a gente vai precisar ter uma resposta e uma resposta ela pode ser via um novo AI-5”, afirmou.

Saiba o que foi o AI-5

O Ato Institucional de número 5, instaurado em dezembro de 1968 pela ditadura, resultou na perda de mandatos de parlamentares e ministros do STF, intervenções em estado, municípios e organizações civis, além da suspensão de garantias constitucionais que resultaram na institucionalização da tortura pelo Estado.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum