Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
10 de abril de 2019, 16h34

Líder ruralista chama deputada do PSOL de “verme” em audiência pública

Deputada Talíria Petrone solicitará formalmente o vídeo para analisar medidas cabíveis por quebra de decoro parlamentar do deputado Alceu Moreira (MDB-RS)

Talíria Petrone: "Lamentável" - Foto: Plínio Xavier/Câmara dos Deputados

A deputada Talíria Petrone (PSOL-RJ) foi chamada de verme pelo presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária, Alceu Moreira (MDB-RS), durante audiência pública da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara nesta quarta-feira (10).

A ofensa foi proferida após reação da parlamentar a declarações do ruralista, que proferia acusações sobre supostas ilegalidades em demarcações de terras indígenas.

“Não sabe nada. Não te dei a palavra. Não tô conversando contigo. Aliás, se eu quiser falar com verme, eu converso contigo”, disparou Alceu, já com seu microfone desligado.

A fala, porém, foi captada pela TV Câmara, que transmitia a audiência pública pela internet, como demonstra o vídeo – o qual Talíria solicitará formalmente para tomar as medidas cabíveis. Assista a partir dos 40 segundos

“Em nenhum momento desrespeitei o deputado e ele se referiu a mim, pelo que pude perceber, como verme. É muito lamentável, ainda mais durante a discussão de um tema tão importante. É lamentável que um deputado representante dos ruralistas, daqueles que querem avançar sobre terras indígenas, quilombolas, ampliar a violência no campo, também seja desrespeitoso aqui dentro. Vamos verificar se é quebra de decoro e pensar o que fazer”, declarou a deputada do PSOL à Fórum.

Após ser ofendida, Talíria chegou a se levantar, mas os ânimos foram contidos pelo presidente da comissão, o deputado federal Rodrigo Agostinho (PSB-SP).

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, participava da audiência pública.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum