Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
07 de março de 2019, 09h00

Líderes do governo no Congresso consideram divulgação de vídeo obsceno como medíocre e primária

Aliados de Bolsonaro dizem que ele reconheceu que a postagem “não foi oportuna”

Bolsonaro (Foto: Reprodução/Flickr)

De acordo com informações da coluna de Mônica Bergamo, parlamentares da cúpula do Congresso que apoiam o governo de Jair Bolsonaro (PSL) ficaram perplexos com a postagem desta terça-feira (5), em que o presidente divulga a cena de um homem urinando em outro.

“Loucura”, reagiu um dos principais líderes da Câmara dos Deputados e que apoia as reformas do governo.

Um deles chegou a afirmar que o Brasil vai explodir, ao receber o vídeo e perceber que a postagem de Bolsonaro era verdadeira.

A atitude do presidente e seus filhos foi definida como medíocre e primária.

Há, sobretudo, o temor de que a perda de respeito pela imagem do presidente contamine as já difíceis negociações em torno da reforma da Previdência.

Já o Painel, da mesma Folha, aponta que líderes de partidos de centro e centro-direita do Congresso oscilaram entre a incredulidade e o deboche diante do vídeo.

Alvo em um primeiro momento de chacota e depois, de cobrança, integrantes da cúpula do Parlamento avaliam que Bolsonaro está, aos poucos, ele mesmo, minando a credibilidade que tem para liderar mudanças estruturais.

Aliados de Carlos, o 02, trataram de dizer que ele estava longe do pai, em Florianópolis.

Aliados de Bolsonaro dizem que ele reconheceu que a postagem “não foi oportuna”. Esse grupo torce para que o episódio reforce o cuidado no manejo das redes.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum