Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
19 de julho de 2019, 06h34

Luciano Huck defende “movimentos cívicos” e diz que vê deslealdade no tratamento a Tabata Amaral

Integrante dos movimentos Agora e RenovaBR, o apresentador da TV Globo, Luciano Huck, alfinetou Ciro Gomes e disse que Tabata Amaral "leva pedradas de quem lustrou a própria imagem com a dela"

Luciano Huck e Tabata Amaral (Montagem)

O apresentador da TV Globo, Luciano Huck saiu em defesa do que ele chama de “movimentos cívicos” e disse que vê deslealdade na forma como vem sendo tratada a deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP), que recebeu críticas e pode ser expulsa do PDT por sua votação pró-governo na reforma da Previdência.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

“Me assusta a forma desleal como a Tabata vem sendo tratada. Ela é apenas uma entre os muitos deputados e deputadas de partidos que publicamente assinaram compromissos com os movimentos cívicos pela independência de pautas, e as pedradas, de quem lustrou a própria imagem com a dela ao longo do último ciclo eleitoral, são todas direcionadas a ela”, disse, à Coluna do Estadão nesta sexta-feira (19), alfinetando Ciro Gomes (PDT), que chamou os “movimentos cívicos” de “partidos clandestinos“.

Huck é um dos principais integrantes dos movimentos Agora e RenovaBR, compostos por pessoas alinhadas com o pensamento liberal da economia, assim como o movimento Acredito, de Jorge Paulo Lemann, que projetou Tabata Amaral.

Cotado como candidato à Presidência do nicho eleitoral, Huck citou outros deputados, como Kim Kataguiri (DEM-SP), como exemplos “da capacidade dos movimentos cívicos de curar e encubar novas lideranças”.

“Tabata, Rigoni, Poit, Kim, Mitraud, Calero, Lima, Joenia, entre outros, independentemente das suas crenças ideológicas ou bandeiras, são bons exemplos da capacidade dos movimentos cívicos de curar e encubar novas lideranças”, disse.

O apresentador afirmou ainda que é preciso “que os partidos se renovem, que deixem de ser apenas agrupamentos ocasionais com interesses eleitorais, e tenham projetos, agendas e processos claros e modernos assim como os movimentos cívicos”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum