Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
03 de janeiro de 2020, 20h14

Ludmilla volta a ser alvo de parlamentares por música “Verdinha”

De férias, senadores usaram as redes sociais para criticar a cantora Ludmilla

Reprodução/YouTube

Depois de deputado bolsonarista apresentar moção de repúdio contra a cantora Ludmilla pela música Verdinha, foi a vez dos senadores Álvaro Dias (Podemos-PR) e Plínio Valério (PSDB-AM) compartilharem a canção dizendo que a artista “incentiva o tráfico de drogas”. As mensagens foram publicadas no Twitter na tarde desta sexta-feira (3).

“Estímulo ao tráfico e consumo de drogas, o que você acha?”, disse Dias, candidato à presidência pelo Podemos nas eleições de 2018, ao compartilhar vídeo com a música. O partido pretende atrair o ministro Sérgio Moro para disputar o Planalto em 2022.

O tucano Plínio Valério republicou a postagem do senador do Paraná e ainda lançou mão de um ditado popular. “Tráfico de drogas: onde o filho chora e a mãe não vê”, tuitou.

Outro que usou as redes para criticar a cantora foi o ministro da Cidadania, Osmar Terra. “Incitar o uso de droga proibida é apologia de crime..!”, disse.

A cantora não comentou sobre as mensagens, mas criticou a moção de repúdio apresentada na Câmara no início do mês passado. “Milhões de brasileiros, desempregados, sem moradia, hospitais sem vagas, a violência predominante, poluição a questão ambiental, a rede pública de educação miserável, mas o maior problema que o Brasil tem no momento é uma música que fala de alface😹 brinca mais que a brincadeira”, disse na ocasião.

O texto foi levado à Comissão de Segurança Pública pelo deputado federal Cabo Junio Amaral (PSL-MG) através do Requerimento 179/2019 e foi arquivado no dia 6 de dezembro.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum