Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
01 de agosto de 2018, 16h11

Luiz Fux nega ação que pedia para antecipar inelegibilidade de Lula

Presidente do TSE decidiu não conhecer a representação feira pelo advogado Manoel Pereira Machado Neto, de Goiás, e acabou por extinguir o processo

Luiz Fux, do STF (Foto: Roberto Jayme/ ASCOM/TSE)

Mesmo depois de declarar ser contrário a políticos ficha suja concorrendo nas eleições, Luiz Fux, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e o atual presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), negou uma ação cautelar para que fosse declarada desde já a inelegibilidade do ex-presidente Lula. Fuz decidiu não conhecer a representação feita pelo advogado Manoel Pereira Machado Neto, de Goiás, e acabou por extinguir o processo. As informações são do blog Jota.

De acordo com o ministro, “o pedido relativo à proibição de apresentação como pré-candidato carece de respaldo legal, sendo, ademais, obstado pela garantia de liberdade de expressão, prevista no art. 5º, IX, da Constituição da República”.

“Verifica-se a existência de um pedido impugnativo genérico, apresentado por um cidadão isolado, antes do início do período legalmente destinado à oficialização das candidaturas. Independentemente de uma análise de substância, verifico, a título de obter dictum, a reunião de três vícios processuais que obstaculizam, em linha de princípio, a própria apreciação do direito material invocado pela parte. Enfrenta-se, a rigor, um pedido de exclusão de candidato materializado em um instrumento procedimental atípico, oriundo de um agente falto de legitimação, fora do intervalo temporal especificamente designado pela lei”, escreveu.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags