Lula, além da Covid, “humanidade precisa se curar do vírus da desigualdade”; veja vídeo

"Porque mesmo que sobrevivam à Covid-19, 800 milhões de homens, mulheres e crianças não conseguirão escapar de outro terrível flagelo, chamado fome", disse Lula em Madrid.

Palestrante principal do seminário “Cooperação multilateral e recuperação regional pós-Covid-19” em Madrid, na Espanha, o ex-presidente Lula criticou duramente as políticas de governos neoliberais que teriam priorizado o lucro acima da vida durante a pandemia do Coronavírus.

“O novo coronavírus ainda escancarou ao mundo outros graves efeitos colaterais. A recusa de alguns governos neoliberais em adotar o lockdown, colocando mais uma vez o lucro acima da vida, a negação da ciência e a propagação de fake news contra vacinas e o crescimento obsceno da desigualdade”, afirmou o ex-presidente brasileiro nesta quinta-feira (18), em mais um evento de seu giro pela Europa.

Segundo Lula, além do coronavírus, a humanidade precisa erradicar o vírus da desigualdade.

“A verdade é que a reconstrução do mundo passa, necessariamente, pela cura da Covid-19. Mas, precisa ir muito além. A humanidade precisa se curar também do vírus da desigualdade”, disse. “Porque mesmo que sobrevivam à Covid-19, 800 milhões de homens, mulheres e crianças não conseguirão escapar de outro terrível flagelo, chamado fome”, emendou.

Após a explanação de Lula, a palestra terá como comentarista o ex-presidente espanhol José Luis Rodríguez Zapatero.

Veja o vídeo.

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.