#Fórumcast, o podcast da Fórum
08 de setembro de 2019, 22h03

Lula cobra que Globo divulge Vaza Jato, mas Fantástico ignora os vazamentos seletivos

"Lembram o show do Jornal Nacional com os vazamentos seletivos e ilegais de telefonemas de Lula? Será que hoje o Fantástico irá fazer o mesmo com as conversas da Vaza Jato que provam o golpe?", escreveu a equipe do ex-presidente Lula nas redes sociais

Reprodução

O ex-presidente Lula publicou nas redes sociais que esperava que os jornais da Globo abordassem as conversas divulgadas pela Vaza Jato – em especial os vazamentos seletivos e ilegais revelados na reportagem da Folha de S.Paulo neste domingo (8) – da mesma forma que o Jornal Nacional fez na época em que o diálogo grampeado da então presidente Dilma Rousseff veio à tona. No entanto, o Fantástico, até então, ignorou as novas revelações que provam o golpe de 2016.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

O jornal tem se limitado a falar sobre a cirurgia do presidente Jair Bolsonaro, as tentativas de censura na Bienal do Livro do Rio e os cortes nas bolsas CNPq, além de outros assuntos fora do âmbito da política.

“Lembram o show do Jornal Nacional com os vazamentos seletivos e ilegais de telefonemas de Lula? Será que hoje o Fantástico irá fazer o mesmo com as conversas da Vaza Jato que provam o golpe? Ou #issoaglobonãomostra?”, escreveu a equipe do ex-presidente, relembrando sobre a cobertura descomunal do jornal quando veio à tona o grampo de Dilma, de forma a impedir que Lula assumisse a Casa Civil no governo e estancasse a crise que levou ao golpe.

A nova reportagem da Vaza Jato mostra que as escutas de Lula vinham sendo acompanhadas havia mais de um mês – ao menos desde 9 de fevereiro de 2016 – e todos os áudios desprezados e mantidos em sigilo pela força-tarefa mostram que o ex-presidente relutou ao aceitar o convite de Dilma e mantinha diálogos com políticos, sindicalistas e outras esferas da sociedade, até mesmo com o então vice-presidente, Michel Temer, para encontrar caminhos para sanar a crise política e econômica por meio do diálogo.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum