Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
05 de fevereiro de 2020, 12h33

Lula diz que vai agradecer ao Papa pela solidariedade e debater sobre combate à miséria

Ex-presidente também comentou sobre a informalidade promovida por Bolsonaro e diz que governo passa a ideia de que "emprego formal é atraso"

Lula em entrevista ao Fórum Onze e Meia - Foto: Reprodução

O ex-presidente Lula comentou nesta quarta-feira (5), em entrevista ao Brasil 247, que quer visitar o Papa Francisco para agradecer pela solidariedade “em um momento difícil” e pela dedicação dele “ao povo oprimido”. Lula também afirmou que quer debater com a autoridade católica a experiência brasileira no combate à miséria.

O petista também comentou sobre as mudanças no mercado de trabalho brasileiro, especialmente sobre os avanços tecnológicos que contribuem com a precarização, assim como o incentivo do presidente Jair Bolsonaro para a manutenção da informalidade. Para Lula, gestões como a do ex-capitão atacam diretamente os direitos trabalhistas conquistados ao longo dos anos.

“Os avanços tecnológicos facilitam a vida do consumidor e do produtor, mas quem vai oferecer empregos com garantia e emprego formal para essa gente? Passaram a ideia de que emprego formal é atraso, tem que ser tudo na informalidade”, afirmou o ex-presidente.

“Um companheiro que trabalha com Uber, se encontrasse um emprego digno em sua área, mudaria de emprego. Se bater o carro, não tem seguro. Não tem férias. É uma vida muito penalizada, apesar da propaganda que se faz em torno disso. Estamos jogando conquistas históricas que os trabalhadores tiveram no século 20. A troco de quê? A acumulação de riqueza dos empresários”, continuou.

Em entrevista descontraída ao Pastor Silas Malafaia no Palácio do Planalto, divulgada nesta segunda-feira (3), Bolsonaro debochou dos trabalhadores que estão desempregados, dizendo que no Brasil se tem muitos “privilégios” e, em tom irônico, disse que vai lançar o programa “minha primeira empresa” para quem reclama que não tem emprego.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum