Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
26 de abril de 2019, 19h50

Lula enquadra ministro de Bolsonaro: “Onde o Guedes fez o curso de Economia dele?”

“O Guedes precisava criar vergonha. Se ele quiser me visitar aqui eu discuto com ele como a gente resolve esse problema dos pobres, sem causar prejuízo aos pobres”, disse o ex-presidente

Foto: Reprodução

Lula não poupou críticas à reforma da Previdência elaborada pela equipe econômica de Jair Bolsonaro. “O Guedes precisava criar vergonha. Onde ele fez o curso de Economia dele? Se ele quiser me visitar aqui eu discuto com ele como a gente resolve esse problema dos pobres, sem causar prejuízo aos pobres”, disse Lula, em novo trecho da entrevista concedida a Florestan Fernandes Júnior e Mônica Bergamo, aos jornais El País e Folha de S.Paulo, nesta sexta-feira (26).

O ex-presidente questionou: “Por que ele não mostra os privilegiados? Coloca a lista no jornal de dez privilegiados, coloca o nome, CPF. Não! É o coitado que vai ter que trabalhar até os 65 anos, que vai ter que contribuir 40 anos. Ele não percebe que muita gente morre sem chegar nessa idade”, destacou.

Ainda sobre a reforma, Lula disse que não entende essa obsessão de destruir a soberania nacional, destruir emprego, de juntar 1 trilhão. “Para quê? Às custas dos aposentados?”.

“Se eles lessem alguma coisa, saberiam que esse cidadão aqui, analfabeto, quarto ano primário e um curso de torneiro mecânico, juntou US$ 370 bilhões de reserva, que a R$ 4,00 o dólar dá mais de R$ 1 trilhão e 200, sem causar nenhum prejuízo a nenhum brasileiro”, explica.

Lula apontou o caminho: “Se eles querem juntar 1 trilhão tem uma fórmula secreta: coloca o povo no orçamento da União, gere emprego, gere crédito. Um país que não gera emprego, não gera salário, não gera consumo, não gera renda, quer pegar do aposentado e do velhinho 1 trilhão”.

Desastre

Eu lamento profundamente o desastre que está acontecendo neste país. É por isso que me mantenho em pé. O dia que eu sair daqui eles sabem que estarei com o pé na estrada para junto com esse povo não deixar entregar o Brasil aos americanos. Acabar com esse complexo de vira-lata. Eu nunca vi um presidente bater continência para a bandeira americana, dizer que ama os EUA. Ama sua mãe, ama seu país”, disse Lula, sem esconder a indignação.

O ex-presidente se emocionou quando perguntado sobre as mortes de seu irmão Vavá e de seu neto Arthur Lula da Silva, de apenas sete anos.

Assistam ao vídeo de mais um trecho da entrevista de Lula:


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum