Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
27 de agosto de 2019, 15h51

Defesa de Lula reforça HC com reportagem da Vaza Jato que demonstra “ódio” de procuradores contra o ex-presidente

"Referidas mensagens mostram, em verdade, que a atuação dos procuradores da República em questão sempre foi norteada por ódio e desapreço pessoal pelo paciente e pelos seus familiares", declarou o advogado Cristiano Zanin

Cristiano Zanin (Reprodução)

O advogado do ex-presidente Lula, Cristiano Zanin, declarou que a defesa vai usar a reportagem da Vaza Jato publicada nesta terça-feira (27) pelo Uol em parceria com o The Intercept Brasil para reforçar pedido de habeas corpus que pede a libertação do ex-presidente por suspeição dos procuradores do Ministério Público Federal. Nas conversas, os procuradores ironizam a morte de parentes de Lula, demonstrando, segundo a defesa, “ódio e desapreço pessoal” dos membros do MPF.

“Referidas mensagens mostram, em verdade, que a atuação dos procuradores da República em questão sempre foi norteada por ódio e desapreço pessoal pelo paciente e pelos seus familiares”, declarou o advogado Cristiano Zanin à colunista Mônica Bergamo, da Folha. Segundo ele, esse ódio torna os investigadores “absolutamente incapazes de cumprir com seus deveres de imparcialidade, impessoalidade e isenção garantidos pela legislação pátria e internacional”.

Nas mensagens reveladas na reportagem, os procuradores debocham da dor dor ex-presidente e das mortes da ex-primeira dama Marisa Letícia, do neto do ex-presidente Lula, Arthur, e do irmão do petista, Vavá. Segundo eles, morte de Arthur foi uma “novela” e uma “estratégia” para Lula “se humanizar”, a morte de Marisa foi uma forma de “eliminar testemunhas” e a tentativa de Lula de ir ao enterro do irmão Vavá tratava-se de um desejo de “passear”.

Nesta terça-feira a Segunda Turma do STF deve votar dois HCs. Um deles pede a suspeição do ex-juiz federal Sérgio Moro no processo do triplex do Guarujá e o outro pede a suspensão de a ação penal que investiga suposto repasse de propina na aquisição de um terreno pela Odebrecht.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum