Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
20 de agosto de 2019, 06h56

Liderados por Fernandez e Cristina Kirchner centenas de argentinos pedem Lula Livre em abaixo-assinado publicado em jornal

Documento foi publicado no jornal Página 12, que também divulgou um artigo do ex-ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim, em que ele lembra que nas próximas semanas a indicação de Lula para o Prêmio Nobel da Paz será analisada pela comissão que concede a honraria

Abaixo-assinado publicado no jornal argentino Página 12 pede Lula livre (Reprodução)

Centenas de políticos, acadêmicos, reitores, dirigentes sindicais, jornalistas e artistas argentinos, liderados por Alberto Fernandez, e sua vice na chapa na disputa presidencial, Cristina Kirchner, publicaram nesta terça-feira (20) no jornal Página 12 um abaixo assinado pedindo a liberdade do ex-presidente Lula no Brasil.

O Facebook silenciou a Fórum. Censura? Clique aqui e nos ajude a lutar contra isso

Intitulado “500 dias de Injustiça”, o documento é subscrito por governadores, senadores e deputados, além de representantes de diversos segmentos da sociedade civil argentina.

Na mesma edição, o jornal argentino publica um artigo em que o ex-ministro de Relações Exteriores brasileiro, Celso Amorim, diz que a “nomeação do juiz Moro como ministro da Justiça de Jair Bolsonaro, principal beneficiário de suas ações, e as posteriores revelações do site The Intercept comprovaram o que os observadores mais atentos já sabiam: Lula foi objetivo de uma perseguição política comandada por um juiz parcial e por procuradores obcecados e impulsionados por um projeto de poder próprio”.

Amorim lembra ainda que o ativista argentino Adolfo Pérez Esquivel liderou um movimento para que Lula receba o Prêmio Nobel da Paz, que passará pelo crivo da comissão responsável pelas indicações nas próximas semanas.

“Esperamos que eles se deem conta do trabalho de um líder operário que ascendeu à Presidência, que livrou milhões de brasileiros do flagelo da fome, que contribuiu para a paz na América do Sul e no mundo, e que defendeu a democracia em um país em desenvolvimento de dimensões continentais, cujo destino influencia não só a região como todo o mundo”, escreveu o chanceler.

 

Abaixo-assinado por Lula Livre publicado no jornal argentino Pagina 12 (Reprodução)


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum