Fórumcast, o podcast da Fórum
13 de agosto de 2019, 20h32

Lula agradece Rodrigo Maia, deputados e líderes partidários por impedirem sua transferência de Curitiba

"Com fé no Brasil e a certeza de que ainda vamos reencontrar a Justiça, a prosperidade e a paz, agradeço o gesto de solidariedade", escreveu Lula ao presidente da Câmara e a líderes de 14 partidos que ajudaram a barrar a transferência do ex-presidente de Curitiba para São Paulo

Foto: Reprodução

O ex-presidente Lula enviou uma carta, nesta terça-feira (13), ao presidente da Câmara e a lideranças partidárias agradecendo a mobilização de cerca de 70 parlamentares que foram ao Supremo Tribunal Federal (STF) para pedir a suspensão de sua transferência da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba para um presídio comum, em São Paulo, rompendo com os direitos garantidos a ele como ex-presidente da República.

Entre os citados na mensagem estão Maia, o vice-presidente da Câmara, Marcos Pereira (PRB), os líderes Tadeu Alencar (PSB), Fábio Ramalho (PTB), Arthur Lira (PP), André Figueiredo (PDT), Luíza Erundina (PSOL), Fábio Trad (PSD), Rubens Bueno (Cidadania), Paulinho da Força (Solidariedade), Paulo Pimenta (PT), Daniel Almeida (PCdoB), Wellington Roberto (PL), Bacelar (Podemos), Jandira Feghali (PCdoB, líder da Minoria), Alessandro Molon (Rede), além da presidenta do PT, Gleisi Hoffmann, e do presidente do PDT, Carlos Lupi.

“Com fé no Brasil e a certeza de que ainda vamos reencontrar a Justiça, a prosperidade e a paz, agradeço o gesto de solidariedade”, escreveu Lula aos mencionados e aos demais parlamentares que se posicionaram contra a decisão da juíza Carolina Lebbos, barrada pelo STF por 10×1.

Reprodução

Veja também:  Profecia de Lula se realiza e Dallagnol só dorme a base de remédios

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum