#Fórumcast, o podcast da Fórum
13 de outubro de 2019, 17h02

Manifestantes enchem Av. Paulista em domingo de ‘Lula Livre’

"A gente não admite que a maior liderança popular do Brasil esteja presa. Eles querem encarcerar a resistência do povo brasileiro", declarou Guilherme Boulos, líder do MTST

Foto: Mídia Ninja

O Ato Justiça Para Lula, convocado pelo Comitê Lula Livre e pelas frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular, levou cerca de 8 mil pessoas à Avenida Paulista neste domingo (13) em defesa da liberdade do ex-presidente Lula, preso em Curitiba desde abril do ano passado. Participaram diferentes lideranças do movimento social e do campo da oposição ao governo Bolsonaro.

Entre os presentes estavam os candidatos à presidência do PT e do PSOL na eleição de 2018, Fernando Haddad e Guilherme Boulos, além de parlamentares e representantes de diferentes movimentos sociais. A libertação da cantora e ativista Preta Ferreira também foi bastante celebrada.

“A gente não admite que a maior liderança popular do Brasil esteja presa. Eles querem encarcerar, na verdade, simbolicamente, a resistência do povo brasileiro. Essa luta não é a luta de um partido, não é a luta de um movimento. É lamentável que ainda exista gente do campo da oposição que se recuse a entender isso, por razões menores, por razões eleitoreiras”, declarou Boulos, que considera que defender Lula Livre é defender a democracia no Brasil.

Boulos ainda citou as fortes mobilizações no Equador para pregar a tomada das ruas. “Não podemos ter uma oposição bem comportado que fica na internet. Já passou da hora da gente trazer esse movimento para as ruas, transformar essa indignação em luta. Está aí o povo equatoriano nos ensinando como se lida com traidores”, disse.

Em seu discurso, Haddad falou que Lula está preso por ter começado uma revolução. “Nós temos um projeto para o Brasil e tem uma figura que deu início a esse projeto e por ter dado início está pagando com sua liberdade, não tem outro motivo. Os caras inventaram provas para botar na cadeia o cara que começou a transformação no Brasil só no século XXI. Nós começamos tarde esta revolução, mas começamos”, disse Haddad, que afirmou que papel do Estado oferecer oportunidades para todos para que cada um descubra seu talento.

#AOVIVO | Ato Justiça Para Lula em São Paulo

#AOVIVO | Ato Justiça Para Lula em São Paulo

Publicado por Comitê Nacional Lula Livre em Domingo, 13 de outubro de 2019

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum