Fórumcast, o podcast da Fórum
19 de agosto de 2019, 18h12

Manifestantes erguem “Lula Livre” gigante na Central do Brasil, no Rio

Em protesto que marca os 500 dias da prisão do ex-presidente Lula, um grupo de manifestantes se reuniu em frente à Central do Brasil, principal estação de trem, metrô e ônibus do Rio de Janeiro.

Foto: Aurélio Rocha

Em protesto que marca os 500 dias da prisão do ex-presidente Lula, um grupo de manifestantes se reuniu em frente à Central do Brasil, principal estação de trem, metrô e ônibus do Rio de Janeiro, nesta segunda-feira (19), e ergueu um boneco do ex-presidente. Lideranças políticas estiveram presentes no ato, que encheu a lateral da Central e chamou a atenção de quem passava.

“Nós nunca vamos abandonar o presidente Luís Inácio Lula da Silva. E viemos aqui conversar com você, trabalhador. Vocês sabem que a prisão de Lula foi para impedir a vitória dele e eleger Bolsonaro, para prejudicar os trabalhadores, prejudicar os mais pobres. Pensem bem! São 500 dias de prisão injusta”, disse o ex-senador Lindbergh Farias, que fez uma transmissão ao vivo do ato. “A gente está vendo armação, o juiz tem que ser imparcial. O juiz era imparcial? Prendeu Lula para impedir que ele ganhasse as eleições”, declarou.

“A grande questão é dialogar com o povo. O povo tá virando, tem uma parte que votou no Bolsonaro e tá se arrependendo e a imagem do Lula cada vez é mais forte. É fundamental ir às ruas para mostrar pra população que na epoca que ele era presidente a vida era bem melhor”, disse o ex-senador à Fórum, após a manifestação.

A mobilização foi convocada pelos Comitês Lula Livre do Rio de Janeiro.

Estamos na Central do Brasil para defender a liberdade de Lula. São 500 dias de uma prisão arbitrária. #Lula Livre

Posted by Lindbergh Farias on Monday, August 19, 2019


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum