Fórum Educação
07 de agosto de 2019, 15h14

Okamotto: “Lula já cumpre pena injusta. Não aceitamos que seja tratado como um preso comum”

O presidente do Instituto Lula também reitera que a decisão de transferir Lula de Curitiba para o estado de SP não atende a nenhum pedido da defesa. "Pelo contrário, [a juíza] desconsiderou todos os argumentos dos advogados"

Paulo Okamotto (Foto: Cláudio Kbene)

O presidente do Instituto Lula, Paulo Okamatto, disse em nota nesta quarta-feira (7) que há uma grande preocupação com a transferência do ex-presidente Lula para São Paulo. Ele reiterou, ainda, que a decisão de transferir o petista de Curitiba para o estado de São Paulo não atende a nenhum pedido da defesa. “Pelo contrário, [a juíza] desconsiderou todos os argumentos dos advogados”, complementou.

A medida foi determinada nesta quarta (7) pela juíza federal Carolina Lebbos. Na decisão, ela disse apenas que o ex-presidente deve ser transferido para um estabelecimento penal em São Paulo, sem explicitar o local ou condições exatas em que ele ficará.

Leia também
Lula é vítima de intenso constrangimento ilegal imposto por parte do Sistema de Justiça, diz defesa

“Lula é inocente e já cumpre uma pena injusta. Não aceitamos que ele seja tratado como um preso comum. Queremos que ele mantenha todos os direitos que tem e que merece como ex-presidente”, afirmou Okamotto, que também espera novo posicionamento do Supremo Tribunal Federal (STF) com relação ao caso, “retomando o processo de habeas corpus, principalmente diante do que já foi exposto pela Vaza Jato”.

O presidente do Instituto Lula finalizou dizendo “esperar” que a decisão da juíza “não tenha sido tomada como uma forma de desviar a atenção de coisas importantes a que a Lava Jato tem que responder”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum