Fórumcast, o podcast da Fórum
01 de outubro de 2019, 12h26

Presidente do TRF-4 ataca Lula: “Desfruta de condição especialíssima, uma regalia”

Além disso, Victor dos Santos Laus declarou que o ex-presidente não é bem-vindo em Curitiba

Foto: Ricardo Stuckert

Victor dos Santos Laus, presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), atacou Lula. Em entrevista à rádio Gaúcha, o magistrado declarou que o ex-presidente “desfruta de condição especialíssima”, ao ficar preso em uma cela da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba.

Laus comentou a decisão de Lula de não aceitar deixar a prisão para o regime semiaberto, pois quer sair com sua inocência provada.

“Faz parte desse contexto de não assimilar o resultado do julgamento. O ex-presidente desfruta de uma condição especialíssima. Ele não está preso num estabelecimento que é destinado a todos os presos, ele está na dependência da Polícia Federal, uma situação absolutamente especial. Até em função da condição dele, e porque ele responde a outros processos, se entendeu adequado que ele permanecesse. Pode-se dizer que é uma regalia”, disse.

O presidente do TRF-4 afirmou, ainda, que já recebeu manifestações da comunidade que vive no entorno da PF em Curitiba, “pedindo várias vezes que o ex-presidente saia” da capital do Paraná.

“Ele sabe que não é bem-vindo onde ele está. O fato de ele recusar um benefício, é uma situação extraordinária. Uma vez implementado o tempo necessário à progressão, ele progride de regime, e pode ser requerido pelo MP, porque o sistema tem a necessidade de oferecer a vaga a outra pessoa”, acrescentou.

Manual

Em outro trecho, Laus seguiu seu ataque: “O ex-presidente se considerar injustiçado, faz parte do manual de quem conhece a justiça criminal. Ele tem todo o direito de não aceitar o julgamento, mas seria importante que, como ex-presidente, ele internalizasse o fato, elaborasse o fato, porque sua responsabilidade foi reconhecida com base em provas. Ele não vai mudar a realidade dos fatos”.

Quando integrava a 8ª Turma, o hoje presidente do TRF-4 seguiu o relator João Pedro Gebran Neto, condenando o ex-presidente por corrupção passiva e lavagem de dinheiro na segunda instância.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum