Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
18 de julho de 2019, 17h45

TRF-4 nega pedido da defesa de Lula e mantém Thompson Flores no caso do sítio de Atibaia

Advogados do ex-presidente identificaram suspeição, alegando que o magistrado orientou a PF a descumprir ordem judicial para a soltura de Lula, em julho de 2018

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) negou o pedido de suspeição apontado pela defesa de Lula, que tinha o objetivo de afastar o desembargador federal Carlos Eduardo Thompson Flores do processo do caso do sítio de Atibaia.

Na avaliação dos desembargadores da 4ª Seção do Tribunal, Flores é considerado apto para seguir atuando no processo.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

Os advogados do ex-presidente afirmam que o magistrado é suspeito de julgar o processo por ter orientado a Polícia Federal (PF) a descumprir uma ordem judicial para que Lula fosse solto, em julho de 2018.

Na oportunidade, Flores era presidente do tribunal e, além disso, comemorou a sentença do ex-juiz Sérgio Moro, atual ministro da Justiça, que condenou o ex-presidente no caso do triplex do Guarujá.

Desmentido

A determinação para que a decisão fosse descumprida foi confirmada pelo então diretor da PF, Rogério Galloro. Recentemente, Flores desmentiu que tenha dado tal ordem e declarou que não se considera suspeito para julgar os casos envolvendo o ex-presidente.

A defesa de Lula também solicitou que seja afastado o procurador do Ministério Público Federal (MPF), Maurício Gotardo Gerum. Outros quatro pedidos de suspeição no processo do sítio estão sob análise da Corte.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum