Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
08 de janeiro de 2020, 11h16

Lula: “Os EUA precisam de inimigo sempre, isso está me cheirando a campanha eleitoral”

Para o ex-presidente, "não há necessidade de se inventar 'terrorismo' no Irã" e não é hora do Brasil "se meter em uma briga internacional"

Foto: AF Rodrigues

Em entrevista ao DCM na manhã desta quarta-feira (8), o ex-presidente Lula criticou a postura dos Estados Unidos com relação aos ataques contra o Irã e alegou que acirramento do conflito nos últimos dias fazem parte de uma campanha eleioral do presidente norte-americano Donald Trump para se reeleger no país. Para Lula, não há necessidade de se “inventar terrorismo” no Irã.

“Os Estados Unidos gostam de criar confusão e de preferência longe do território deles. Não há necessidade de se inventar terrorismo no Irã”, criticou o ex-presidente. “Os EUA precisam de inimigo sempre, isso está me cheirando a campanha eleitoral”, continuou. 

Na entrevista, Lula também criticou o posicionamento do presidente Jair Bolsonaro com relação ao conflito, chamando o ex-capitão de “lambe botas” de Trump.

“Não é época para o Brasil se meter em uma briga internacional. O Brasil precisa ser considerado um construtor de harmonia, de paz, porque é isso que é obrigado a ter de comportamento um país que tem fronteira com tantos países da América do Sul. O Brasil sempre teve uma política externa coerente e corajosa. Diferentemente dos EUA, que vivem procurando confusão, vivem querendo atirar pedra no quintal dos outros”, afirmou o petista.

O contra-ataque de Teerã com mísseis às bases de Al-Asad e de Irbil deixou pelo menos quatro militares estadunidenses mortos e outros quatro feridos nesta terça-feira (7). O governo estadunidense, no entanto, nega que haja militares de suas forças mortos e, em tuíte, Donald Trump disse que “tudo está bem”.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum