Fórumcast, o podcast da Fórum
04 de setembro de 2019, 19h48

Lula presta solidariedade a Bachelet e condena fala de Bolsonaro

Em mensagem no Twitter, ex-presidente afirma que este é mais um ato de ignorância do atual chefe do Executivo nacional

Foto: Ricardo Stuckert

Dentre as várias pessoas ao redor do mundo que expressaram sua revolta pelos comentários feitos por Jair Bolsonaro a Michelle Bachelet, está o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O petista afirmou que o atual presidente envergonha o Brasil através de suas palavras.

No Twitter oficial de Lula foi postada uma mensagem em solidariedade a ex-presidente do Chile e todos os chilenos, que têm, assim como o Brasil, marcas de uma ditadura militar que aterrorizou toda uma nação.

“Bolsonaro não cansa de vomitar ignorância e envergonhar o Brasil perante o mundo. Minha solidariedade à presidenta Michelle Bachelet e ao povo chileno, que hoje tiveram a memória de seus mortos e desaparecidos violentadas por este senhor. #RecadoDoLula”, diz o tuíte postado no perfil do petista.

A postagem veio como reação à declaração de Jair Bolsonaro, que publicou em seu Twitter, nesta quarta-feira (4), que Bachelet “segue a linha do Macron” por ter criticado seu governo durante entrevista coletiva em Genebra. Na ocasião, Bachelet disse que o Brasil sofre com “redução do espaço democrático”, especialmente com ataques contra defensores da natureza e dos direitos humanos.

“Diz ainda que o Brasil perde espaço democrático, mas se esquece que seu país só não é uma Cuba graças aos que tiveram a coragem de dar um basta à esquerda em 1973, entre esses comunistas o seu pai brigadeiro à época”, prosseguiu Bolsonaro.

Como resposta ao presidente brasileiro, Sebastián Piñera, presidente do Chile, afirmou em vídeo que não “compartilha, em absoluto” com a opinião emitida por Jair Bolsonaro “em relação a um tema tão doloroso quanto a morte do pai de Michelle Bachelet”. Ele adicionou ainda que é “público e permanente” seu compromisso com a democracia, com a liberdade e com o respeito aos direitos humanos em todos os tempos, todos os lugares e em todas as circunstâncias”.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum