Fórumcast #19
21 de março de 2019, 16h05

Maia nega que prisões de Temer e Franco sejam resposta de Bretas ao Congresso

O presidente da Câmara revelou, em conversas com parlamentares, que a decisão do juiz é de terça (19), ou seja, anterior à discussão entre Maia e Moro

Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara, desmentiu, nesta quinta-feira (21), as especulações de que a decisão do juiz Marcelo Bretas de determinar as prisões de Michel Temer e de Moreira Franco seria uma espécie de resposta ao Congresso. Franco é casado com a sogra de Maia.

Os comentários de bastidores tiveram origem na troca de farpas entre Maia e Sérgio Moro, a respeito do pacote anticrime do ministro da Justiça.

Maia revelou, em conversas com parlamentares, que a decisão de Bretas é de terça (19), anterior à discussão.

Ataques

O presidente da Câmara, contudo, manteve críticas ao tratamento dispensado pelo governo aos políticos. Principalmente, depois que foi informado de que Carlos Bolsonaro o atacou nas redes sociais.

O filho do presidente publicou uma fala de Moro em defesa do pacote anticrime. Na legenda, Carlos disse: “por que o presidente da câmara anda tão nervoso?”.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Por que o Presidente da Câmara anda tão nervoso?

Uma publicação compartilhada por Carlos Bolsonaro🇧🇷 (@carlosbolsonaro) em


Com informações do blog de Andréia Sadi, do G1

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.

Veja também:  Carlos Bolsonaro publica lista de políticos com transações suspeitas e expõe o próprio irmão

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum