Manifestações, Lula Livre e a estranha lógica da mídia de direita, por Igor Felippe

Assim como dentro da campanha Lula Livre tem quem defende a reforma agrária, a reforma urbana e a educação pública, dentro das lutas por cada uma dessas bandeiras se manifesta o Lula Livre

Por Igor Felippe

A mídia de direita aborda nas suas matérias de forma redundante que a bandeira do Lula Livre está “descaracterizando” ou “instrumentalizando” os atos em defesa da educação. Seria um tipo de “apropriação indébita”.

Estranho é que no Festival Lula Livre, no domingo (2), desfilou um bocado de artistas com simbologias do MST, do MTST e da UNE. A melhor imagem é Russo Passapusso com a bandeira da UNE na mão no encerramento do festival.

Seria a descaracterização do Lula Livre por outras bandeiras? Claro que não!

Assim como dentro da campanha Lula Livre tem quem defende a reforma agrária, a reforma urbana e a educação pública, dentro das lutas por cada uma dessas bandeiras se manifesta o Lula Livre. Evidente que nem todo mundo que participa da luta pela educação está engajado no Lula Livre, mas a parte que está levanta essas bandeiras.

Isso não é instrumentalizar a luta, mas somar esforços para derrotar o projeto de desconstrução nacional em curso.

As bandeiras são muitas, o inimigo é o mesmo. Aí está a razão da sinergia das diversas bandeiras sob uma bandeira que consegue catalisar o sentimento das massas e colocá-las em movimento.

O grande guarda chuva do #15m e #30m é a luta pela educação nacional, que representa o pacto entre todos que participaram dos atos. E assim será. Rumo ao #14j, com luta contra a Reforma da Previdência, com Lula Livre, com tudo!

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR