Fórumcast, o podcast da Fórum
10 de setembro de 2019, 12h25

Marcelo D2 parabeniza Jean Wyllys: melhor ser professor em Harvard do que chapeiro de hambúrguer nos EUA

Na prestigiosa universidade, o jornalista e historiador irá se dedicar ao estudo das fake news e como enfrentar os discursos de ódio disseminados pelas notícias falsas na internet

Foto: Caio Paganotti/Fotos da Virada

Em um misto de ironia e crítica, o músico Marcelo D2 usou sua conta no Twitter para cumprimentar o ex-deputado federal Jean Wyllys (PSOL), que será professor na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos.

“Acho qualquer profissão digna, já trabalhei de tudo nessa vida. Mas acho que preferiria ir ser professor em Harvard do que chapeiro de hambúrguer nos EUA… parabéns, Jean Wyllys”, postou D2.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

O cantor e compositor fez referência ao fato de Eduardo Bolsonaro (PSL) ter dito que um dos fatores que o credenciam a ser embaixador do Brasil em Washington (EUA) é ter “fritado” hambúrgueres em uma lanchonete local.

Jornalista, historiador e odiado pela família Bolsonaro, Jean Wyllys começará uma nova etapa profissional. Ele assumirá o posto de professor na Universidade de Harvard, uma das mais importantes dos Estados Unidos. Jean vai lecionar no “Afro-Latin Research Institute”.

Fake news

O Instituto de Pesquisas Afro-Latino (nome em português) é a primeira instituição nos EUA a se dedicar à história e cultura de pessoas descendentes de africanos na América Latina e Caribe.

Jean irá se dedicar ao estudo das fake news e como enfrentar os discursos de ódio disseminados pelas notícias falsas na internet.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum